CONSERVAÇÃO E IMPLICAÇÕES PARA AS ARIRANHAS (PTERONURA BRASILIENSIS) NO IGARAPÉ ESPERANÇA, EM ZONA URBANA DE BENJAMIN CONSTANT - AM, BRASIL

Autores

  • Nilton Slobodzian INSTITUTO DE NATUREZA E CULTURA (INC), UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).
  • Renato Abreu Lima INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, AGRICULTURA E AMBIENTE (IEAA), UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).
  • Tatyanna Mariúcha de Araújo Pantoja INSTITUTO DE NATUREZA E CULTURA (INC), UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).

Palavras-chave:

Conservação, Mamífero aquático, Monitoramento

Resumo

O objetivo deste trabalho foi dar continuidade ao monitoramento, feito na pesquisa publicada por Melo; Lima; Pantoja (2019), nos pontos de ocorrência de ariranhas (Pteronura brasiliensis), no igarapé Esperança em zona urbana de Benjamin Constant-AM. No intuito de entender a conservação e implicações para a ocorrência da espécie, foi realizado um diagnóstico ambiental na área onde foi relatada a ocorrência da espécie durante o período da pesquisa e, apontadas possíveis interferências antrópicas que se relacionam direta ou indiretamente com a presença das mesmas no referido igarapé. Apesar do menor número de ocorrências da espécie no período, (se comparado com o anterior) atribuídas ao baixo nível das águas do Rio Javari e do igarapé Esperança, e também à menor precipitação de chuvas no ano de 2018 (se comparado aos anos anteriores), conseguimos dar continuidade ao monitoramento, sendo incluído um novo ponto de observações. Os dados aqui levantados denotam a necessidade de dar continuidade ao trabalho de monitoramento, buscando encontrar soluções para os problemas ora relacionados com as interações entre ariranhas-população humana-igarapé.

Biografia do Autor

Nilton Slobodzian, INSTITUTO DE NATUREZA E CULTURA (INC), UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).

Graduação em Ciências: Biologia e Química (INC/UFAM).

Renato Abreu Lima, INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, AGRICULTURA E AMBIENTE (IEAA), UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).

Biólogo, com registro profissional nº 73096/06 D, possui graduação em Ciências Biológicas (Licenciatura e Bacharelado) pelo Centro Universitário São Lucas (2009); Especialista em Gestão Ambiental pela mesma instituição (2011); Mestre em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente pela Universidade Federal de Rondônia - UNIR (2011) e Doutor em Biodiversidade e Biotecnologia pela Universidade Federal do Amazonas - UFAM (2016). Atuou como estagiário e bolsista CNPq na área de Química de Produtos Naturais e de Biotecnologia Vegetal trabalhando com espécies vegetais de potencial econômico e medicinal (2006-2011) na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA RONDÔNIA). Atualmente, é docente da UFAM onde desenvolve pesquisas nas áreas de ensino de Biologia Geral e de Bioprospecção da Biodiversidade Amazônica.

Tatyanna Mariúcha de Araújo Pantoja, INSTITUTO DE NATUREZA E CULTURA (INC), UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).

Docente do Curso de Ciências: Biologia e Química (INC/UFAM).

Downloads

Publicado

2022-03-14

Edição

Seção

Artigos