OCORRÊNCIA E INTERFERÊNCIA ANTRÓPICA DO HABITAT DA ESPÉCIE Dasyprocta spp. NO PLANTIO DE MANDIOCA DE AGRICULTORES DA BR 307 BENJAMIN CONSTANT-AMAZONAS

Autores

  • Matheus de Souza Dias Instituto de Natureza e Cultura (INC), Universidade Federal do Amazonas (UFAM).
  • Brenda Barbosa de Melo Instituto de Natureza e Cultura (INC), Universidade Federal do Amazonas (UFAM).
  • Vandreza Souza dos Santos Instituto de Natureza e Cultura (INC), Universidade Federal do Amazonas (UFAM).
  • Renato Abreu Lima INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, AGRICULTURA E AMBIENTE (IEAA), UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).

Palavras-chave:

Animais silvestres, Conservação, Políticas públicas

Resumo

A cutia (Dasyprocta spp) é um roedor silvestre e encontra-se em condições críticas devido à ação antrópica e degradação do seu habitat natural. Com isso, o objetivo deste trabalho é identificar as principais interferências antrópicas no habitat das cutias na BR 307 em Benjamin ConstantAM. Os dados foram obtidos a partir de buscas de evidências em campo, diretas ou indiretas. Os resultados obtidos pelas idas a campo comprovam a presença da espécie no local através das observações feitas e sua alimentação se dá por frutos que auxilia ecologicamente na manutenção das florestas por meio da dispersão. A ocorrência das cutias na plantação da maioria dos agricultores vem aumentando significativamente, pois há relatos de todos os dias a ocorrência das mesmas nos plantios em busca de alimentar-se de mandioca. Quanto ao destino que se tem tomado e que ainda se estabelecerá envolvendo esta espécie na área de estudo, elencamos como primordial ação, o estabelecimento de diálogo com os agricultores no sentido de melhorar as relações interespecíficas entre as duas espécies.

Biografia do Autor

Matheus de Souza Dias, Instituto de Natureza e Cultura (INC), Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

Estudante de graduação em Ciências: Biologia e Química.

Brenda Barbosa de Melo, Instituto de Natureza e Cultura (INC), Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

Estudante de graduação em Ciências: Biologia e Química.

Vandreza Souza dos Santos, Instituto de Natureza e Cultura (INC), Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

Docente do curso de Ciências: Biologia e Química.

Renato Abreu Lima, INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, AGRICULTURA E AMBIENTE (IEAA), UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).

Biólogo, com registro profissional nº 73096/06 D, possui graduação em Ciências Biológicas (Licenciatura e Bacharelado) pelo Centro Universitário São Lucas (2009); Especialista em Gestão Ambiental pela mesma instituição (2011); Mestre em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente pela Universidade Federal de Rondônia - UNIR (2011) e Doutor em Biodiversidade e Biotecnologia pela Universidade Federal do Amazonas - UFAM (2016). Atuou como estagiário e bolsista CNPq na área de Química de Produtos Naturais e de Biotecnologia Vegetal trabalhando com espécies vegetais de potencial econômico e medicinal (2006-2011) na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA RONDÔNIA). Atualmente, é docente da UFAM onde desenvolve pesquisas nas áreas de ensino de Biologia Geral e de Bioprospecção da Biodiversidade Amazônica.

Downloads

Publicado

2022-03-14

Edição

Seção

Artigos