CORPO, CONTROLE E MULTICULTURALISMO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19177/prppge.v15e282021237-253

Palavras-chave:

Corpo, Educação Infantil, Inter/Multiculturalismo.

Resumo

Este trabalho traz uma reflexão acerca das interações e da valorização do corpo e do sujeito infantil na educação infantil, identificando possíveis formas de ajuste e controle da corporeidade ainda na primeira infância. Compreendemos a unidade corpo e mente como uma dimensão integral do sujeito, valorizamos a corporeidade e as culturas infantis, reconhecendo as crianças como sujeitos de diretos. Desenvolvemos um estudo exploratório durante a atividade de Estágio Supervisionado Curricular na Educação Infantil. A interação na instituição e posteriormente a análise dos dados confirmaram que a escolarização com tendência em técnicas tradicionais transforma crianças em “pseudossujeitos” - o corpo infantil passa a ser controlado e contido pelas regras do adulto.

Biografia do Autor

Adriana do Carmo Corrêa Gonçalves, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Professora adjunta do departamento formação de professores da FEBF -ÚERJ. Coordenadora do núcleo de estágio supervisionado e professora de educação infantil da rede municipal do Rio de Janeiro.

Downloads

Publicado

2022-01-31

Edição

Seção

Artigos de Demanda Contínua