CIDADES RESILIENTES: UM MODELO DE AÇÕES INOVADORAS VOLTADO À EVENTOS HIDROLÓGICOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v11e02022104-123

Palavras-chave:

Inovação, Cidades resilientes, Eventos hidrológicos, DMAIC.

Resumo

Os desastres hidrológicos movidos por eventos climáticos têm se tornado mais frequentes, sendo obstáculos complexos para o desenvolvimento de ferramentas e planos de ações mais efetivos nas cidades paranaenses. Assim, para promover melhorias ao sistema de gestão, esse trabalho tem por objetivo principal fortalecer as políticas de resiliência propondo ações inovadoras para superar os riscos e vulnerabilidades no enfrentamento à eventos hidrológicos futuros. Para isso, foi realizada uma revisão sistemática da literatura por meio do Methodi Ordinatio e por um modelo construído a partir da metodologia DMAIC. Na revisão sistemática, encontrou-se lacunas de conhecimento voltados ao tema em questão, e o uso da metodologia DMAIC se mostrou satisfatório para compilar as informações levantadas e também, para a construção do modelo, buscando colaborar para uma visão clara e estratégica a longo prazo no contexto de resiliência nas cidades paranaenses.

Biografia do Autor

Thuany Nascimento Domingues, UTFPR

Acadêmica do curso de Engenharia química da Universidade Tecnológica Federal do Paraná

DAIANE MARIA DE GENARO CHIROLI, UTFPR

Doutora em Engenharia de Produção pela UFSC. Professora do departamento de Engenharia Têxtil da Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

Downloads

Publicado

2022-01-19