AS POLÍTICAS PARA O ENSINO MÉDIO NA REALIDADE BRASILEIRA: UMA AGENDA EM DISPUTA

Autores

  • Dalila Andrade Oliveira Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

DOI:

https://doi.org/10.19177/prppge.v10e172016187-198

Palavras-chave:

Ensino Médio, Currículo, Política Educacional, Escola Pública.

Resumo

O artigo discute a situação do Ensino Médio na atualidade no Brasil, a partir de algumas mudanças vividas na última década. O texto procura discutir a situação do Ensino Médio diante das exigências da legislação recente, mais especificamente a instituição da obrigatoriedade e gratuidade pela EC n° 59/2009 e a aprovação do Plano Nacional de Educação. Procura, ainda, refletir sobre o impacto sofrido no Ensino Médio com as mudanças no Enem, que promoveram uma verdadeira revolução na forma de ingresso à educação superior pública, por meio do Sisu; e privada, em decorrência da vinculação de seu resultado à concessão de bolsas do ProUni, e sobre os efeitos diretos e indiretos desse exame sobre a orientação curricular, que vem sendo dirigida no sentido de responder à exigência do teste. 

 

Biografia do Autor

Dalila Andrade Oliveira, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Professora Titular de Políticas Públicas em Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Pesquisadora PQ1A/CNPq e do Programa do Pesquisador Mineiro- PPM/FAPEMIG, Coordenadora da Rede latino-americana de Estudos sobre Trabalho Docente (Rede Estrado). 

Downloads

Publicado

2016-08-12