AÇÃO EDUCATIVO-PEDAGÓGICA COM OS LIVROS NO GRUPO DE BEBÊS: POTÊNCIA E ENCANTAMENTO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19177/prppge.v15e272021112-129

Palavras-chave:

Bebês, Livros, Literatura Infantil, Educação Infantil.

Resumo

O presente artigo se origina de uma pesquisa em nível de doutorado e apresenta reflexões sobre as práticas educativo-pedagógicas com bebês, sobretudo nas relações que estabelecem com os livros na educação infantil. Como ferramenta metodológica, elencou-se a etnografia, pelo desejo de dar visibilidade aos enredos e experiências das crianças, enquanto partícipes da pesquisa. Por meio das experiências com os livros, os bebês vão descobrindo e se descobrindo no mundo, assim, as análises apresentadas discutem a potencialidade do projeto literário para bebês e suas relações constituídas com os livros no espaço da biblioteca e com a bebeteca da sala de referência, na creche pesquisada.

Biografia do Autor

Fernanda Gonçalves, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutora em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina, linha de pesquisa Sujeitos, Processos Educativos e Docência (SUPED). É Mestre em Educação pela mesma universidade, na linha de pesquisa Educação e Infância (2014). É Graduada em Pedagogia também pela Universidade Federal de Santa Catarina (2012). É integrante do Grupo de Pesquisa em Literatura Infantil e Juvenil e Práticas de Mediação Literária (LITERALISE). Atua como membro do Conselho Editorial Nacional da Revista Zero-a-Seis (ISSN 1980-4512). É Professora colaboradora do curso de Pedagogia da Faculdade Municipal da Palhoça (FMP). É Professora de formação continuada no SENAC (SC).

Downloads

Publicado

2021-08-13

Edição

Seção

Dossiê Temático