MATA-ATLÂNTICA: ECONOMIA, IGUALDADE, IDEIAS E PRESERVAÇÃO

Autores

  • Filipe Rosa do Rosario EEBII
  • Lara de Souza Grobe EEBII
  • Janete Aparecida Rodrigues EEBII
  • Izabel Moreira Dal Ri EEBII

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v9e02020755-775

Palavras-chave:

Frutas, Mata Atlântica, Meio ambiente, Conscientização.

Resumo

A temática abordada neste estudo evidencia a concepção e a utilização de algumas espécies de frutas da mata atlântica em relação as suas propriedades medicinais, gastronômicas e comerciais do nosso município. O presente estudo tem como objetivo analisar a utilização econômica das frutas nativas da Mata Atlântica nas questões gastronômica, sustentabilidade e preservação. A investigação realizada caracterizou-se como um estudo exploratório, descritivo e experimental de natureza qualitativa e quantitativa. A base empírica desse estudo contou com uma amostra composta por quatrocentos e três alunos da Rede Estadual de Ensino de Santa Cecília (SC), os quais responderam um questionário de quatro questões sobre conhecimento do bioma Mata Atlântica. A coleta dos dados ocorreu através da pesquisa de descritiva, campo, revisão da literatura e experimentos em laboratório. Os dados coletados por meio da análise da literatura foram organizados visando identificar as onze espécies frutíferas, tais como pitanga, gabiroba, araticum, uvaia, araçá, jaracatiá, guabijú, cerejeira, amora, butiá e goiaba desconhecidos e não exploradas para atividades econômicas. A análise dos dados do questionário fechado nos possibilitou caracterizar que os alunos desconhecem o bioma; sendo, em sua maioria (79,65%); a árvore frutífera mais conhecida foi à goiaba com prevalência de (321) respostas; cerca de (60,30%) conhecem um alimento oriundo desse bioma; o desconhecimento sobre o restante da Mata Atlântica foi de (71,50%). O estudo evidenciou que a ausência de conhecimento do meio ambiente relacionado ao referido bioma, constitui um tipo de manifestação que demanda alerta por parte das instituições educativas. Apontou a necessidade de intervenção de aspectos referentes a orientação sobre meio ambiente, sustentabilidade; bem como a criação de um aplicativo tecnológico para monitoramento, objetivando colaborar na construção de alternativas para melhoria do quadro problema identificado na região foco desta pesquisa.

Biografia do Autor

Filipe Rosa do Rosario, EEBII

 

Aluno do 3º Ano do Ensino Médio da Escola de Educação Básica Irmã Irene. E-mail:  Irene. E-mail: laranaty2010@hotmail.com

 

Lara de Souza Grobe, EEBII

Aluna do 3º Ano do Ensino Médio da Escola de Educação Básica Irmã Irene. E-mail: laranaty2010@hotmail.com

Janete Aparecida Rodrigues, EEBII

Professora Orientadora, Psicóloga, licenciada em Português, Sociologia e Mestre em educação. E-mail: janetemrc1@gmail.com

Izabel Moreira Dal Ri, EEBII

Professora Coorientadora, licenciada e pós-graduada em Português: letras e literatura. E-mail: izabel.ms10@hotmail.com

Downloads

Publicado

2020-05-29