Teoria e prática no ensino jurídico

diálogo entre decolonidade do saber e pedagogia da libertação de Paulo Freire e Bell Hooks

Autores

DOI:

https://doi.org/10.29293/rdfg.v6i01.236

Palavras-chave:

Ensino Jurídico. Decolonialidade do saber. Pedagogia da Libertação. Teoria e Prática no Direito.

Resumo

O presente artigo visa investigar, mediante a vertente jurídico-sociológica, se a dissociação entre a teoria e a prática no curso de Direito apresenta-secomo decorrência da colonialidade do saber, conceito central nos estudos decoloniais. Para tanto, pretende-se apresentar a pedagogia da educação como prática da liberdade engendrada pelo educador e jurista brasileiro Paulo Freire, que é também trabalhada sob a ótica interseccional pela intelectual negra bellhooks, efetivando-se o método de decolonialidade do saber na contemporaneidade, capaz de mitigar o tão discutido hiato entre teoria e prática no ensino jurídico. O cerne desta proposta pedagógica é romper com a dicotomia teoria-prática, mediante um saber-práxis que se construa a partir da realidade vivenciada pelo aluno ou aluna, que passa a se compreendercomo ser histórico social capaz de entender criticamente a realidade na qual está inserido, para, assim, transformá-la.

Biografia do Autor

  • Flávia Souza Máximo Pereira, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Ouro Preto, MG, Brasil.

    Doutora em Direito do Trabalho pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em cotutela com a Università degli Studi di Roma Tor Vergata. Professora substituta de Direito Previdenciário e Direito Processual do Trabalho da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). 

  • Flávia Coelho Augusto Silva, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Ouro Preto, MG, Brasil.

    Especialista em Direito Empresarial pela FGV. Graduada em Direito pela UFOP. Professora Substituta de Direito Civil e Empresarial no curso de Direito da UFOP. Advogada.

Publicado

2019-05-02

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

Teoria e prática no ensino jurídico: diálogo entre decolonidade do saber e pedagogia da libertação de Paulo Freire e Bell Hooks. Revista de Direito da Faculdade Guanambi, Guanambi, v. 6, n. 01, p. e236, 2019. DOI: 10.29293/rdfg.v6i01.236. Disponível em: https://portaldeperiodicos.animaeducacao.com.br/index.php/RDFG/article/view/13920.. Acesso em: 14 jul. 2024.