O senso comum teórico do jurista e a arte de reduzir cabeças

em busca de um aporte metodológico para o ensino jurídico

Autores

  • Angela Araujo da Silveira Espindola Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
  • Bernardo Girardi Sangoi Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.29293/rdfg.v3i01.100

Resumo

O presente artigo recupera a proposta de Edgar Morin amadurecida, em especial, na obra “A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento”, escrito no final do século XX, inaugurando a abertura do século XXI. A primeira edição traduzida foi publicada no Brasil no mesmo ano da publicação do texto original em francês e desde vem sendo reeditado no Brasil. A esta proposta agrega a crítica de Luiz Alberto Warat quanto ao “senso comum teórico do jurista” e a análise de Dany-Robert Dufour na obra “A arte de reduzir cabeças”; Objetivo desta breve reflexão é, problematizar a suficiência, a eficiência e a efetividade de reformas legislativas para a superação da crise do direito e do Estado, bem como o papel das reformas curriculares nos cursos de graduação em direito. As reformas legislativas operadas no sistema jurídico brasileiro e as reformas curriculares realizadas no ensino jurídico tem o condão de transformar o modo de produção do direito? Para estas reflexões parte-se da hermenêutica filosófica como perspectiva metodológica e dos autores acima referidos, com vistas a sinalizar caminhos possíveis para a refundação da jurisdição e para a construção de um aporte metodológico para o ensino do direito, de modo a contemplar profícuo entrelaçamento entre a teoria e a práxis, em um saber circular

Biografia do Autor

  • Angela Araujo da Silveira Espindola, Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
    Doutora e Mestre em Direito pela Unisinos. Professora Adjunta do Departamento de Direito da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Professora Colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Direito da UFSM. Membro da Associação Brasileira do Ensino do Direito (ABEDi). Membro fundadora da Rede Brasileira de Direito e Literatura (RDL). Editora da Revista Eletrônica do Curso de Direito da UFSM. Advogada. E-mail: [email protected]
  • Bernardo Girardi Sangoi, Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
    Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Graduado em Direito pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). E-mail: [email protected]

Downloads

Publicado

2017-08-01

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

O senso comum teórico do jurista e a arte de reduzir cabeças: em busca de um aporte metodológico para o ensino jurídico. Revista de Direito da Faculdade Guanambi, Guanambi, v. 3, n. 01, p. 37–56, 2017. DOI: 10.29293/rdfg.v3i01.100. Disponível em: https://portaldeperiodicos.animaeducacao.com.br/index.php/RDFG/article/view/13873.. Acesso em: 16 jul. 2024.