PERCEPÇÃO AMBIENTAL DA POPULAÇÃO DE NAVIRAÍ/MS SOBRE A GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS

Autores

  • Erica Carvalho de Almeida Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Erika Cristiane da Silva Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Ewellyn Wust Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Yasmin Gomes Casagranda Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v10e12021385-401

Palavras-chave:

Cidade, Resíduos, Sociedade, Opinião.

Resumo

O estudo teve por objetivo analisar a percepção da população de Naviraí/MS sobre a gestão de resíduos sólidos urbanos. Foram aplicados questionários e considerados 457 válidos para a composição do artigo. Descobriu-se que 30,77% das pessoas que possuem uma renda de dez a vinte salários mínimos discordam parcialmente em separar o lixo orgânico do reciclável. E 22,22% das pessoas que possuem até um salário mínimo são indiferentes ao assunto. Em relação à afirmação sobre relação a colocar o lixo todo dia para fora de casa, independentemente se é orgânico ou reciclável, 52,94% das pessoas que tem o ensino fundamental incompleto concordam totalmente em relação a colocar o lixo todo dia para fora de casa e 22,08% das pessoas que têm ensino superior completo discordam totalmente que fazem esta atividade diariamente. Através do método de regressão múltipla encontrou-se uma relação positiva entre a ação colocar o lixo para fora todos os dias e a escolaridade dos respondentes, mostrando que quanto maior a escolaridade das pessoas também maior é a probabilidade de que haja este hábito diário.

Biografia do Autor

Erica Carvalho de Almeida, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Acadêmica de Administração na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Erika Cristiane da Silva, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Acadêmica de Administração na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Ewellyn Wust, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Acadêmica de Administração na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Yasmin Gomes Casagranda, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Professora Adjunta na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Doutora e Mestre em Administração na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Pós graduada em Metodologias e Gestão para a Educação a Distância na Universidade Anhanguera Uniderp (2013). Possui MBA em Gestão Empresarial pela Universidade Católica Dom Bosco (2012). Graduada em Administração pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2010). Graduada em Ciências Contábeis pelo Centro Universitário Unigran Capital (2019). Graduanda em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Tem experiência na área de Administração, Métodos Quantitativos e Qualitativos de Pesquisa em Gestão. Atua nas áreas de Administração de Empresas, Administração Financeira e Orçamentária, Economia (Micro e Macro), Administração de Recursos Humanos e Análise Multivariada de Dados.

Downloads

Publicado

2021-05-31

Edição

Seção

Resenhas e pesquisa de campo