GESTÃO ÁGUAS PLUVIAIS URBANAS: POTENCIALIDADES DA ADOÇÃO DE SISTEMAS DE TRATAMENTO DE ÁGUAS RESIDUÁRIAS PARA O FIRST FLUSH

Autores

  • Nayara Luciana Jorge Universidade de São Paulo
  • Frederico Yuri Hanai Universidade Federal de São Carlos

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v9e22020483-497

Palavras-chave:

águas pluviais urbanas, gestão de águas pluviais, tratamento de águas pluviais, escoamento de águas pluviais, first flush

Resumo

O escoamento superficial de águas pluviais urbanas transporta materiais e resíduos para os corpos d’água, comprometendo a qualidade de suas águas pela recepção dos volumes de água no first flush, que possuem as maiores concentrações de poluentes. Assim, a retenção e o tratamento das águas pluviais são de extrema importância, proporcionando o lançamento de águas pluviais no corpo hídrico receptor com menor carga poluidora e melhor qualidade. A presente pesquisa teve como o objetivo identificar e analisar sistemas de tratamento de águas residuárias que possam ser adotados no tratamento de águas do first flush, visando contribuir com a gestão de águas pluviais urbanas e a manutenção da qualidade ambiental de córregos urbanos. A pesquisa empregou as seguintes etapas metodológicas: levantamento bibliográfico, caracterizando as águas pluviais urbanas e identificando as principais técnicas existentes de tratamento e disposição de águas residuárias; avaliação das técnicas e métodos identificados, estabelecendo-se critérios, marcos legais e padrões; e análise comparativa dos métodos e técnicas de reservação, tratamento e disposição de águas pluviais urbanas por meio do método SWOT. Foram realizadas análises de eficiência para o tratamento com base na literatura e a partir da aplicação da análise SWOT sobre as técnicas identificadas com melhor eficiência no tratamento do first flush, foi possível estabelecer seus pontos fortes, fracos, ameaças e oportunidades. Sendo assim, sugere-se a aplicação da combinação de Wetland e Semente de Moringa para o tratamento do first flush, tendo em vista a possível eficiência de tratamento dos parâmetros observados. Destaca-se sobretudo, a importância da implantação de sistemas que visem o manejo adequado das águas pluviais potencialmente poluidoras, para melhorar a qualidade de vida da população e reduzir os impactos ambientais gerados na bacia hidrográfica.

Biografia do Autor

Nayara Luciana Jorge, Universidade de São Paulo

Universidade de São Paulo/Mestranda do programa de pós-graduação em Ciências da Engenharia Ambiental, da Escola e Engenharia de São Carlos (EESC/USP). Formado no curso de graduação Bacharelado em Gestão e Análise Ambiental pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Frederico Yuri Hanai, Universidade Federal de São Carlos

Universidade Federal de São Carlos/Docente do Departamento de Ciências Ambientais. Possui pós-doutorado pelo Instituto de Ciências e Tecnologias Ambientais da Universidade Autônoma de Barcelona, Espanha (ICTA/UAB) e pós-doutorado pelo Centro de Recursos Hídricos e Estudos Ambientais (CRHEA) da Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo (EESC/USP), é Doutor em Ciências da Engenharia Ambiental, Mestre em Hidráulica e Saneamento

Downloads

Publicado

2020-07-17

Edição

Seção

Artigos