ANÁLISE MULTICRITÉRIO COM USO DA AHP PARA AVALIAÇÃO TEMPORAL NA VULNERABILIDADE AMBIENTAL: ESTUDO DE CASO NA BACIA HIDROGRÁFICA DO UBERABINHA, MG

Autores

  • Rodrigo de Almeida Oliveira Peixoto Universidade Federal de Uberlândia
  • Januário Chirieleison Fernandes Universidade Federal de Uberlândia
  • Marcio Augusto Reolon Schmidt Universidade Federal de Uberlândia
  • Carlos Eugênio Pereira Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v8e32019141-158

Palavras-chave:

Vulnerabilidade ambiental, Processo hierárquico analítico (AHP), Análise temporal, SIG

Resumo

Os problemas ambientais relacionados com as atividades antrópicas têm aumentado significativamente com o crescimento populacional e o uso irracional dos recursos ambientais. As atividades associadas às alterações no uso e ocupação da terra têm gerado degradação ambiental, comprometendo os recursos naturais. As técnicas de sensoriamento remoto e SIG são ferramentas poderosas para investigar e prever mudanças ambientais de um modo confiável, não invasivo, rápido e econômico com estratégias consideráveis de tomada de decisão. A avaliação temporal da vulnerabilidade ambiental de uma Bacia Hidrográfica é essencial para indicar as limitações e potencialidades do uso e ocupação do solo, contribuindo para o entendimento da dinâmica ambiental e uma possível tomada de decisão relacionada com a gestão dos recursos ambientais. No presente trabalho foi proposta a avaliação temporal da vulnerabilidade ambiental da Bacia do Uberabinha em Uberlândia – MG entre os anos de 2010 e 2017 a partir da análise multicritério com a utilização da AHP. No estudo foi observado a intensificação da vulnerabilidade ambiental ao longo dos anos. Portanto fica evidente a necessidade de ações efetivas na tentativa de interromper o processo de degradação e garantir a preservação do ambiente.

Downloads

Publicado

2019-10-03

Edição

Seção

Artigos