IMPACTOS AMBIENTAIS DE RIOS COM NASCENTES EM UNIDADE DE CONSERVAÇÃO: AVALIAÇÃO PRELIMINAR DOS RIOS MUTARI E JARDIM, SANTA CRUZ CABRÁLIA, BAHIA

Autores

  • Michele da Silva Ferreira Bandeira Instituto Federal da Bahia-IFBA
  • Leonardo Dias Nascimento Instituto Federal da Bahia-IFBA
  • Rafael Frazão dos Santos Instituto Federal da Bahia-IFBA
  • Cristiane Tessmann Instituto Federal da Bahia-IFBA
  • Allison Gonçalves Silva Instituto Federal da Bahia-IFBA
  • Marcus Luciano Souza de Ferreira Bandeira Instituto Federal da Bahia-IFBA http://orcid.org/0000-0002-9613-2854

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v8e32019389-417

Palavras-chave:

Recursos hídricos, Impactos ambientais, Parâmetros físico-químicos, RPPN

Resumo

Os ambientes aquáticos são utilizados em todo o mundo com diversas finalidades. No entanto, esse precioso recurso vem sendo ameaçado pelas ações indevidas do homem, o que acaba resultando em prejuízo para a própria humanidade. Em função desse quadro de deterioração dos sistemas aquáticos a questão motivadora deste trabalho foi prospectar os principais impactos ambientais ao longo dos rios Jardim e Mutari, localizados nos municípios de Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália, Bahia.

Foi realizada avaliação preliminar dos impactos ambientais, a partir da tomada de medidas dos parâmetros físico-químicos bem como da observação e registro fotográfico em campo. A pesquisa diagnosticou duas paisagens ao longo dos rios estudados: dentro da Reserva Particular do Patrimônio Natural - RPPN Estação Veracel, onde encontram-se as nascentes dos rios estudados, estando as mesmas protegidas dos impactos ambientais antrópicos e no distrito de Coroa Vermelha, onde há ocupação desordenada nas margens dos rios, afetando o equilíbrio ambiental dos sistemas naturais.

A análise dos parâmetros físico-químicos permitiu verificar que, os valores encontrados nos pontos amostrados são condizentes com os da classe 2, segundo a resolução CONAMA 357/2005. Os pontos (CV-J3; CV-J4 e CV-J5) registraram valores médios abaixo do recomendado pela legislação para o parâmetro OD, respectivamente 4,83; 4,50 e 3,68 mg.L-1. O pH esteve abaixo do estabelecido pelo CONAMA em todos os pontos amostrados. As observações, através de registros fotográficos, identificaram pontos de lançamento de resíduos e efluentes domésticos, em Coroa Vermelha bem como de extração de areia próximo à Estação Veracel.

Biografia do Autor

Michele da Silva Ferreira Bandeira, Instituto Federal da Bahia-IFBA

Bacharel em Ciências Biológicas pela Faculdade de Tecnologia e Ciências (2006). Especialista em Gerenciamento Ambiental pela Universidade Católica do Salvador (2009). Licenciada Ciências Biológicas pela Faculdade de Ciências da Bahia (2010) e Especialista em Ciência e Tecnologia Ambiental pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia – IFBA, Campus Porto Seguro.

Leonardo Dias Nascimento, Instituto Federal da Bahia-IFBA

Graduado em Gestão Ambiental pela Universidade Norte do Paraná (2013). Mestre em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente pela Universidade Estadual de Santa Cruz (2015). Técnico em Química do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia – IFBA, Campus Porto Seguro.

Rafael Frazão dos Santos, Instituto Federal da Bahia-IFBA

Licenciando em Química pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia – IFBA, Campus Porto Seguro.

Cristiane Tessmann, Instituto Federal da Bahia-IFBA

Bacharel e Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Pelotas (2000). Mestrado em Ciências pela Universidade Federal de Pelotas (2002). Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia – IFBA, Campus Porto Seguro.

Allison Gonçalves Silva, Instituto Federal da Bahia-IFBA

Químico; Doutorado em Química pela Universidade Federal da Bahia; Docente no Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA – Campus Porto Seguro) BA, Brasil.

Marcus Luciano Souza de Ferreira Bandeira, Instituto Federal da Bahia-IFBA

Bacharel em Química pela Universidade Federal da Bahia (1997). Mestrado em Química Universidade Federal da Bahia (2002) e doutorado em Química Analítica pela Universidade Federal da Bahia (2009). Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia – IFBA, Campus Porto Seguro.

Downloads

Publicado

2019-10-03

Edição

Seção

Artigos