CRESCIMENTO INSUSTENTÁVEL

Autores

  • Tereza Cristina Mendes Vieira Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas)

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v7e22018313-334

Palavras-chave:

Consumo. Crescimento Econômico. Meio Ambiente.

Resumo

Este estudo apresenta algumas reflexões sobre as consequências da busca pelo crescimento econômico “a qualquer preço”. Os atuais padrões de produção e consumo, socialmente injustos e depredadores do meio ambiente, são insustentáveis e têm provocado perigosas pressões sobre o planeta. Muitos dos recursos naturais e ecossistemas essenciais ao bem-estar humano estão ameaçados ou destruídos, enquanto o homem ainda não sabe como colocar o bem-estar coletivo no centro das suas decisões. Este trabalho pretende mostrar que é preciso estabelecer um novo modelo de desenvolvimento, pautado em relações mais harmoniosas com a natureza e com o próprio homo sapiens.  A questão ambiental extrapola temas de fauna e flora e envolve problemas complexos, como a sociedade de consumo, a obsolescência programada, a publicidade, o crédito, dentre tantos outros. A demora na tomada de decisões põe em risco a vida na Terra.

 

Biografia do Autor

Tereza Cristina Mendes Vieira, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas)

Mestranda em Geografia do Programa de Tratamento da Informação Espacial da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas).Pós-graduada em Planejamento, Implementação e Gestão da Educação a Distância pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e em Engenharia Ambiental pela Faculdade de Engenharia de Minas Gerais (FEAMIG). Possui MBA Executivo em Administração de Empresas com Ênfase em Meio Ambiente pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). É graduada em Jornalismo pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Belo Horizonte (FAFI-BH). E-mail: terezacmv@hotmail.com

Downloads

Publicado

2018-04-27

Edição

Seção

Artigos