METODOLOGIA PARA VALORAÇÃO DE IMPACTOS AMBIENTAIS DE SERVIÇOS DE DRAGAGEM - ESTUDO DE CASO PARA A HIDROVIA DO RIO PARAGUAI

Autores

  • Flávia Aline Waydzik UFPR
  • Eduardo Ratton UFPR
  • Durval Nascimento Neto UFPR
  • Renata Correia UFPR

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v7e1201859-78

Palavras-chave:

Valoração. Impactos ambientais. Dragagem. Hidrovias interiores.

Resumo

Visando o crescimento do transporte de cargas e passageiros por hidrovias, devido ao baixo custo do modal hidroviário, entende-se como necessária a análise e valoração dos impactos ambientais decorrentes desta atividade. Portanto, propõem-se uma metodologia de valoração para a homogeneização das análises de impactos ambientais para serviços de manutenção hidroviária, seja de dragagem, de derrocamento ou de outras melhorias, bem como para a implantação de terminais portuários, tanto marítimos como de hidrovias interiores. Como exemplo de aplicação, apresenta-se o estudo de caso do rio Paraguai, contemplando os serviços de dragagem da Hidrovia do rio Paraguai, no âmbito do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) da Hidrovia do rio Paraguai, realizado pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), por meio do Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura (ITTI) em parceria com o DNIT- Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes.

Biografia do Autor

Flávia Aline Waydzik, UFPR

Engenheira civil/Universidade Federal do Paraná (UFPR) – flaviaaw@hotmail.com

Eduardo Ratton, UFPR

Engenheiro civil/Universidade Federal do Paraná (UFPR); Mestre em Geotecnia e Dr. em Geotecnia/Université Libre de Bruxelles (ULB); Pós Doutor/Universität-Bonn (UNI-BONN) – ratton.eduardo@gmail.com

Durval Nascimento Neto, UFPR

Biólogo/Pontifícia Universidade Católica (PUC-PR); Mestre em Agronomia e Doutorando em Geologia/Universidade Federal do Paraná (UFPR) – dnnambiental@gmail.com

Renata Correia, UFPR

Engenheira ambiental; Mestre em Engenharia de Recursos Hídricos e Ambiental/UFPR – renatabcorr@hotmail.com

Downloads

Publicado

2018-02-19

Edição

Seção

Artigos V Cidesport