Trabalhadores homossexuais, sustentabilidade e democracia

diálogos para efetivação de políticas públicas no combate à discriminação nos ambientes laborais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.29293/rdfg.v6i01.250

Palavras-chave:

Capitalismo. Estratégias. Opressão. Trabalhadores Homossexuais.

Resumo

O presente estudo visa averiguar, mediante o viés jurídico-sociológico-antropológico, os constantes preconceitos sofridos pelos trabalhadores homossexuais nos ambientes juslaborais. Portanto, pretende-se tecer críticas ao sistema de opressão capitalista que exclui esses grupos e reforça desigualdades, principalmente, na esfera trabalhista. O enfrentamento da presente problemática pautar-se-á pela perspectiva constitucional do direito fundamental ao trabalho digno e da teoria de Butler acerca da construção social do gênero e das performatividades dissidentes. Posteriormente, se debaterão quais medidas o Direito do Trabalho adota para minimização das discriminações sofridas por sujeitos subalternizados e, dessa maneira, se buscará analisar a importância da proteção jurídica. Portanto, o cerne dessa proposta pedagógica é compreender quais as alternativas de enfrentamento pelo Estado para minimização da homofobia nessas relações laborais.

Biografia do Autor

  • Breno Lucas Carvalho Ribeiro, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC/MG), Belo Horizonte, MG, Brasil.

    Bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC/MG). Advogado.

  • Ítalo Moreira Reis, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC/MG), Belo Horizonte, MG, Brasil.

    Doutorando em Direito do Trabalho pela PUC/MG. Mestre em Direito do Trabalho pela PUC/MG. Professor de Direito do Trabalho e Direito Processual da Rede de Ensino Doctum e da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Advogado.

Publicado

2019-07-15

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

Trabalhadores homossexuais, sustentabilidade e democracia: diálogos para efetivação de políticas públicas no combate à discriminação nos ambientes laborais. Revista de Direito da Faculdade Guanambi, Guanambi, v. 6, n. 01, p. e250, 2019. DOI: 10.29293/rdfg.v6i01.250. Disponível em: https://portaldeperiodicos.animaeducacao.com.br/index.php/RDFG/article/view/13915.. Acesso em: 17 jun. 2024.