Interculturalidade e paz perpétua

diálogos entre Kant e a perspectiva dos direitos humanos no cenário multicultural

Autores

DOI:

https://doi.org/10.29293/rdfg.v5i02.241

Palavras-chave:

Paz Perpétua, Interculturalidade, Direitos Humanos

Resumo

A proposta de paz perpétua escrita por Kant depende do cumprimento de artigos que dirimem conflitos entre indivíduos e estados nacionais, dentre eles: a necessidade de se estabelecer uma ordem cosmopolita de hospitalidade e respeito ao próximo. A presente pesquisa reside na inquietação kantiana a respeito do direito cosmopolita entre os indivíduos no cenário multicultural sob a ótica da interculturalidade. A problemática reside em estabelecer uma ligação entre a inquietação kantiana e a complexidade da efetividade dos direitos humanos diante das diferentes culturas. Os dados coletados a partir da pesquisa bibliográfica demonstram que a atual ideia de direitos humanos necessita uma ressignificação e a superação de antigos conflitos teóricos que impedem a ressignificação da dignidade humana e, por consequência, não permite a inserção destes direitos em distintas culturas.

Biografia do Autor

  • Adriano Rodrigues Remor, Universidade Estácio de Sá (UNESA), Rio de Janeiro, RJ, Brasil

    Doutorando em Direito pela Universidade Estácio de Sá. Mestre em Direito pela Univrsidade Estácio de Sá. Especialista em Direito Público pela Faculdade de Direito Damásio de Jesus. Bacharel em Direito pela Faculdade Estácio da Amazônia. Coordenador de Pesquisa e Iniciação Científica na Faculdade Estácio de Castanhal (PA) onde também é Integrante do Comitê Institucional de Iniciação Científica e Professor nas áreas da Teoria do Direito, Direitos Humanos, Direito Constitucional, Direito Civil e Processo Civil nos cursos de Graduação e Pós-graduação.

Downloads

Publicado

2019-04-17

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

Interculturalidade e paz perpétua: diálogos entre Kant e a perspectiva dos direitos humanos no cenário multicultural. Revista de Direito da Faculdade Guanambi, Guanambi, v. 5, n. 02, p. 286–300, 2019. DOI: 10.29293/rdfg.v5i02.241. Disponível em: https://portaldeperiodicos.animaeducacao.com.br/index.php/RDFG/article/view/13905.. Acesso em: 16 jul. 2024.