IMPACTOS AMBIENTAIS DECORRENTES DA INSTALAÇÃO DO RODOANEL NA ZONA PERIURBANA DE TERESINA- PI.

Autores

  • José Maria Marques De Melo Filho UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ
  • Giovana Mira de Espindola UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI
  • Antonio Cardoso Façanha UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v10e2202145-64

Palavras-chave:

Impactos ambientais, Expansão urbana, Rodoanel.

Resumo

A implantação de obras viárias, considerando-se sua extensão e todos os processos envolvidos em sua execução, desde os aspectos que envolvem a instalação, elaboração e definição de traçado, deve, necessariamente, estar alinhada com o processo de licenciamento ambiental e de análise das alterações no meio ambiente, bem como contemplar as alterações sociais provocadas por uma intervenção desta magnitude. Assim, nesta pesquisa buscou-se discutir como o processo de implantação do rodoanel em Teresina provocou alterações no meio ambiente, e como afetou os assentamentos rurais localizados no entorno da obra viária. Para alcançar o objetivo proposto, utilizou-se como alicerce uma perspectiva dialética, tendo em vista o exame de fenômenos, não apenas por meio de suas relações mútuas, mas também de suas transformações e desenvolvimento. Neste sentido, a fundamentação das discussões realizadas teve como aporte teórico os dados coletados em pesquisa bibliográfica e documental, e ainda com base em visitas de campo realizadas aos assentamentos rurais. Já a representação espacial dos fenômenos estudados foi realizada por meio da produção dos mapas temáticos e registro fotográfico. Tomando como parâmetro a realização do empreendimento rodoviário, percebeu-se a falta de cuidado no cumprimento das regulamentações legais e deficiências nos estudos de avaliação efetivados, conduzindo dessa maneira, para situações de conflitos e desequilíbrio ambiental.

 

Biografia do Autor

José Maria Marques De Melo Filho, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA/UFPI) e Doutorando em Geografia pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Paraná – PPGGEO/ Paraná.

Giovana Mira de Espindola, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI

Profa. Dra. Giovana Mira de Espindola possui graduação em Engenharia Cartográfica pelo Instituto Militar de Engenharia (IME, 2002), mestrado em Sensoriamento Remoto pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE, 2006), e doutorado em Sensoriamento Remoto também pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE, 2012). De 2012 a 2014 atuou como Executive Officer do Global Land Project (IGBP/IHDP), e durante 2017 foi membro do Comitê Científico do Future Earth (ICSU). Desde 2014 é professora da Universidade Federal do Piauí (UFPI), no curso de Engenharia Cartográfica e de Agrimensura do Centro de Tecnologia. De 2016 a 2018 foi coordenadora do curso de mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA) da UFPI. Atualmente é professora permanente do curso de mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA), e do curso de mestrado em Geografia (PPGGEO), ambos da UFPI. Atua ainda como professora colaboradora do curso de doutorado em Desenvolvimento e Meio Ambiente da Rede PRODEMA, e do curso de mestrado em Arqueologia (PPGArq) da UFPI. 

Antonio Cardoso Façanha, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI

É Docente-Pesquisador do Curso de Geografia da UFPI desde 1991. Possui graduação em Licenciatura Plena em Geografia (UECE/1988), Especialização em Nordeste: questão regional e ambiental (UFC/1990), Especialização em Sensoriamento Remoto (UNESP/1991), Mestrado em Geografia (UFPE/1998) e doutorado em Geografia (UFPE/2009). Atualmente é professor Associado III da Universidade Federal do Piauí, tendo desenvolvidos estudos na área de Geografia, com ênfase em Geografia Urbana, Geografia Regional, Geografia do Piauí e Ensino de Geografia. Participa na condição de líder do Grupo de Pesquisa intitulado "Grupo de Estudos Regionais e Urbanos [GERUR], vinculado ao CNPq/UFPI e pertence ao Núcleo de Pesquisa e Extensão em Ensino de Geografia [NUPEG]. Foi Coordenador do Mestrado em Geografia da UFPI nos seguintes períodos: 2011/2013 e 2017/2019. Atualmente é Docente-Permanente do Mestrado em GEOGRAFIA e do Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente [PRODEMA] da UFPI. Exerce atualmente a função de Coordenador-Adjunto do Curso de Especialização (lato sensu) em Planejamento Urbano e Gestão Sócioambiental das Cidades na UFPI iniciado em 2019.

Downloads

Publicado

2021-06-30

Edição

Seção

Artigos