A GESTÃO DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO MUNICÍPIO DE RIO CLARO – DIAGNÓSTICO E ANÁLISE PARA ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE GESTÃO

Autores

  • Vitor Baganha Carita Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP Rio Claro
  • Marcus Cesar Avezum Alves de Castro UNESP

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v9e22020582-609

Palavras-chave:

Gestão Ambiental, SWOT, PMGRCC

Resumo

A pesquisa tem por objetivo diagnosticar as práticas de gestão de resíduos da construção civil vigente no município de Rio Claro identificando as potencialidades e vulnerabilidades do sistema. Este diagnóstico servirá como base para a elaboração futura de um PMGRCC para o município. Para a obtenção de dados foram utilizados levantamentos de bases secundárias e entrevistas estruturadas, em seguida os resultados foram analisados a partir do método de análise SWOT. As regulamentações do setor de gestão de RCC do município de Rio Claro estão pulverizadas em variadas leis e decretos. É necessário que o poder público centralize estas leis e regulamente um Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos da Construção Civil. Este plano deve focalizar em corrigir as principais fraquezas do município, principalmente no tocante ao descarte irregular e falta de controle e fiscalização por parte do órgão responsável. Para isso é necessário que o Plano envolva a criação de uma rede de pontos de descarte e de um Sistema de Informação Gerencial.

Biografia do Autor

Vitor Baganha Carita, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP Rio Claro

Geógrafo - Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Geociências e Meio Ambiente.

Marcus Cesar Avezum Alves de Castro, UNESP

Professor adjunto do cdo Departamento de Geologia Aplicada da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho-UNESP-Rio Claro

Downloads

Publicado

2020-07-17

Edição

Seção

Estudos de Caso