ORGANIZAÇÕES DITAS SUSTENTAVEIS

Autores

  • Jose Carlos Martins dos Reis UNESA-FAEL-UFF

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v7e32018722-740

Palavras-chave:

Sustentabilidade. Empresas. Meio Ambiente. Consumidor.

Resumo

O presente estudo tem como objetivo colaborar com as buscas por identificar o verdadeiro motivo que tem levado, ultimamente, um número cada vez maior de empresas no Brasil a investirem seus recursos em ações sustentáveis, quando sabe se que a mola mestra de uma empresa é o lucro máximo sobre o capital investido e não o investimento ou a distribuição de seus ganhos em fundos considerados perdidos. Assim, cabe indagar: como uma organização do segundo setor iria se dispor a investir recursos retirados dos lucros com ações que não lhes dariam nenhum retorno? Sabe-se que esse crescente envolvimento com ações sustentáveis não é fruto de pressões governamentais, nem tampouco de uma autoconscientização de que é preciso pensar em um futuro além da empresa. Em uma possível resposta identifica-se um consumidor, usuário ou cliente cada vez mais consciente de que suas escolhas podem afetar o futuro,positiva ou negativamente, suas atitudes e escolhas podem ser determinante para o crescimento ou morte de uma organização e ainda nas organizações não governamentais um aliado do governo e das empresas na consecução dessas práticas.

Biografia do Autor

Jose Carlos Martins dos Reis, UNESA-FAEL-UFF

Graduado em Gestão Pública em 2014 pela UNESA, Universidade Estácio de Sá - RJ
Pós graduação em Gestão Publica em 2015 pela FAEL-Faculdade Educacional Lapa, PR. E-mail: josecarlosreis@id.uff.br

Downloads

Publicado

2018-10-03

Edição

Seção

Estudos de Caso