PESCA DE CAMARÕES NA REGIÃO SUL DO BRASIL

Autores

Palavras-chave:

capturar, custo-benefício, gestão da pesca, sustentabilidade.

Resumo

Esse trabalho foi elaborado para abordar a pesca e a cultura de camarões no Brasil, com maior ênfase na região Sul. A pesca de camarões é realizada em grande escala não somente no litoral nordestino, mas também no sul brasileiro, apresentando uma significativa importância econômica, histórica, econômica e social. Entretanto a pesca do camarão na região Sul vem apresentando sinais de sobrepesca. O esforço de pesca aplicado pela frota industrial tem se mantido acima do recomendado e as capturas são inferiores a máxima sustentável. Contudo, a atividade camaroeira no litoral da região Sul é muito importante para a geração de empregos e renda. Dentre as espécies mais importantes está a Xiphopenaeus kroyeri, popularmente chamada de camarão-sete-barbas. O estado de Santa Catarina é o que mais se destaca na região sul tanto na pesca como no cultivo do camarão. A atividade do camarão cultivado e capturado requer alto recurso na instalação, preparação e manutenção, de projetos de fazendas de engorda do camarão cultivado e de embarcações e seus apetrechos. Apesar do custo inicial ser relativamente alto, compensatório investir na produção, sendo possível amortizar o investimento, de dois a três anos. Esta importância é salientada no Plano de Gestão da Pesca do Camarão no Brasil, onde, recomenda-se otimizar o uso do recurso como bem econômico, maximizando a renda, o número de empregos gerados e a distribuição equitativa dos benefícios. As atividades econômicas caminham em busca de maior crescimento e eficiência produtiva para manterem-se competitivas e autossustentáveis. No setor do camarão uma das preocupações tem sido à busca de agregar valor ao produto para torná-lo mais competitivo. Para assegurar o desempenho da cultura e da captura do camarão não somente na região Sul, mas em todo país, demanda contínuos investimentos e o fato é que a atividade se ressente de um maior apoio creditício. O grande desafio setorial será conjugar crescimento econômico com equidade socioeconômica e ambiental.

Biografia do Autor

Kewry Mariobo Franck, Departamento de Engenharia de Pesca, Universidade Federal de Rondônia

Engenheira de Pesca

Jerônimo Vieira Dantas Filho, Universidade Federal do Acre

Mestre em Ciências Ambientais pela Universidade Federal de Rondônia e graduado em Engenharia de Pesca. Atualmente, doutorando em Ciência Animal pela Universidade Federal do Acre.

Downloads

Publicado

2019-10-03

Edição

Seção

Artigos