A POLISSEMIA DO DESENVOLVIMENTO: DIÁLOGOS COM A SUSTENTABILIDADE

Autores

  • Elton Luís Alves Universidade Federal do Paraná
  • Tainá Ribas Melo Universidade Federal do Paraná
  • Marcos Claudio Signorelli Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v9e0202039-54

Palavras-chave:

Desenvolvimento. Desenvolvimento Sustentável. Sustentabilidade. Desenvolvimento Humano.

Resumo

Este estudo visa contribuir com a compreensão acerca da polissemia, variados significados que o conceito desenvolvimento pode representar, e ainda, o enfoque na sustentabilidade como eixo entre a ciência ambiental e a ciência social. O caminho metodológico adotado foi a de uma pesquisa exploratória e uma revisão de literatura do tipo revisão narrativa, contabilizando um total de 20 documentos consultados, que compõem fatos históricos, eventos, concepções de desenvolvimento, de crescimento econômico, e de território. Foi possível traçar um recorte da ciência ambiental envolvendo as interseções entre meio ambiente e sociedade, bem como, os desdobramentos nas variadas escalas globais, da camada mundial à camada territorial através do eixo condutor desenvolvimento.

 

 

Biografia do Autor

Elton Luís Alves, Universidade Federal do Paraná

Aluno de Mestrado. Universidade Federal do Paraná, Setor Litoral, Programas de Pós-Graduação em Desenvolvimento Territorial Sustentável. eltonla90@gmail.com

Tainá Ribas Melo, Universidade Federal do Paraná

[1] Doutora em Atividade Física e Saúde pela Universidade Federal do Paraná. ribasmelo@gmail.com

Marcos Claudio Signorelli, Universidade Federal do Paraná

[1] Pós-doutorado em Saúde Pública. Professor dos Programas de Pós-Graduação em Saúde Coletiva e Desenvolvimento Territorial Sustentável da Universidade Federal do Paraná (UFPR). signorelli.marcos@gmail.com.

Downloads

Publicado

2020-02-21