SUINOCULTURA E BOVINOCULTURA PELA ÓTICA DO DESENVOLVIMENTO SOCIOAMBIENTAL: A EXPERIÊNCIA DE PROPRIEDADES DO NOROESTE GAÚCHO

Autores

  • Lisiane Magali Matthes Pletsch Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ)
  • Marisandra da Silva Casali Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ)
  • Daniel Knebel Baggio Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ)
  • Jessica Casali Turcato Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ)

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v8e12019753-788

Palavras-chave:

Sustentabilidade. Práticas Agropecuárias. Dimensões Sociais e Ambientais. Indicadores. Desenvolvimento Rural e Agronegócio.

Resumo

O presente estudo objetiva analisar o nível de Sustentabilidade Ambiental das propriedades rurais que praticam atividades da Suinocultura e Bovinocultura no município de Três Passos, localizado no Noroeste do Rio Grande do Sul a partir da aplicação do modelo de indicadores de desempenho especificamente nas dimensões Social e Ambiental conforme Allegretti (2013). Refere-se a uma pesquisa exploratória por meio da aplicação de questionário a 30 produtores rurais do município. Inicialmente identificaram-se as práticas agropecuárias utilizadas nestas atividades, bem como, levantou-se as principais Leis e Regulações existentes no Brasil que condicionam a atividade da Suinocultura e Bovinocultura de Leite. Logo se apresentou ações que contribuam para a melhoria das práticas sustentáveis nestas atividades. Constatou-se que o município se encontra na situação “em equilíbrio” nas duas dimensões avaliadas. A análise de cada indicador separadamente apontou vários pontos críticos, os quais precisam de ações e medidas para melhoraria seu desempenho.

Biografia do Autor

Lisiane Magali Matthes Pletsch, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ)

Bacharel em Administração pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ) - Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação (DACEC).

Marisandra da Silva Casali, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ)

Mestre em Administração pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Professora de Administração do Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação (DACEC/UNIJUI)

Daniel Knebel Baggio, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ)

Doutor em Contabilidade pela Universidad de Zaragoza/Espanha. Professor de Administração do Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação (DACEC/UNIJUI).

Jessica Casali Turcato, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ)

Bacharel em Administração pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJU) - Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação (DACEC). Mestranda em Desenvolvimento Regional pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul UNIJUÍ.

Downloads

Publicado

2019-04-04

Edição

Seção

Artigos