GESTÃO DE RESÍDUOS DE EQUIPAMENTOS ELETROELETRÔNICOS: UM ESTUDO DE CASO SOBRE O DESCARTE DE TONERES DE IMPRESSORAS EM UMA EMPRESA PRIVADA DO NORDESTE DO BRASIL

Autores

  • Ahiram Brunni Cartaxo de Castro
  • Ulisandra Ribeiro de Lima
  • Suênia Daiara Teixeira dos Santos
  • Caroline Marina Cavalcanti Bezerra

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v6e32017666-678

Palavras-chave:

Gestão de Resíduos, Equipamentos Eletroeletrônicos, Descarte, Toneres de impressoras.

Resumo

A Gestão de Resíduos de equipamentos eletroeletrônicos (GEEEs) é preocupante no Brasil, pois grande parte dos produtos que são descartados ainda não tem destinação adequada. Entre estes produtos têm-se os toneres de impressora que tem potencial contaminante tanto para o meio ambiente, quanto para a saúde humana, devido a seus componentes e substâncias tóxicas. Questiona-se: como ocorre o descarte dos toneres de impressora? Qual o papel social assumido pelas organizações nesse processo? A pesquisa se justifica por buscar entender os caminhos percorridos na GEEEs com foco no descarte de toneres de impressoras. Trata-se de um estudo de caso e de campo, de abordagem quantitativa. Utilizou-se de um questionário elaborado a partir do conteúdo teórico dos autores Xavier e Carvalho (2014) que foi aplicado em uma empresa privada de médio porte do Nordeste do Brasil. Os dados coletados foram tratados em planilhas eletrônicas. Os resultados sinalizam que: o descarte de toneres de impressoras ocorre através da remanufatura e reciclagem de seus componentes e da coleta seletiva. Porém, se percebeu uma lacuna quanto aos novos processos de descarte de toneres, como é o caso da logística reversa. Quanto a sensibilização para a educação ambiental, tem-se que na empresa pesquisada, não se mantém práticas educativas resultado que pode impactar no status que atrai consumidores que valorizam empresas ecologicamente corretas.

Downloads

Publicado

2017-11-09

Edição

Seção

Estudos de Caso