PRÁTICAS DE GESTÃO SUSTENTÁVEL E SEUS IMPACTOS. UMA ANÁLISE DO SETOR HOTELEIRO DA GRANDE VITÓRIA

Autores

  • Ketter Valéria Zuchi C Caliari Universidade Presbiteriana Mackenzie Faculdade Estácio de Vila Velha
  • Deivid Schreder da Silva Faculdade Estácio de Vila Velha.
  • Romenik Siqueira Nunes Faculdade Estácio de Vila Velha.

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v6e32017531-551

Palavras-chave:

Sustentabilidade, Hotelaria, Meio Ambiente, Diferencial Competitivo, Gestão.

Resumo

Este artigo trata de como a sustentabilidade, sob a forma gerencial, está sendo empregada pelo setor hoteleiro da região metropolitana do Espirito Santo. O artigo descreve e analisa as práticas e impactos do gerenciamento sustentável na hotelaria regional, identifica ações concretas nesse âmbito, a vantagem obtida pelos hotéis, e as dificuldades para implantação desses métodos e modelos de gestão. Trata-se de uma pesquisa exploratória, de natureza qualitativa, obtida através de entrevista semiestruturada, aplicada a dois gestores de importantes hotéis da Grande Vitória, embasada nos estudos e teorias de Flores (1995), Hart (1997), Quinn (1996) e Souza (1993). A sustentabilidade é necessária para manutenção do planeta e economia mundial, e através da pesquisa foi possível compreender o foco dos gestores, o nível de importância dada ao assunto e o que fazer para melhorar esse cenário.

Biografia do Autor

Ketter Valéria Zuchi C Caliari, Universidade Presbiteriana Mackenzie Faculdade Estácio de Vila Velha

Professora e Coordenadora do Curso de Administração. Universidade Presbiteriana Mackenzie
Faculdade Estácio de Vila Velha. 

Deivid Schreder da Silva, Faculdade Estácio de Vila Velha.

Faculdade Estácio de Vila Velha.

Romenik Siqueira Nunes, Faculdade Estácio de Vila Velha.

Faculdade Estácio de Vila Velha.

Downloads

Publicado

2017-11-09

Edição

Seção

Artigos