O REAPROVEITAMENTO DOS RESIDUOS SÓLIDOS NA PRODUÇÃO DE CERÂMICA COMO FATOR DE REDUÇÃO DE CUSTOS

Autores

  • Nadjany Gomes Sousa Universidade Estadual do Tocantins
  • Marcos Aurélio Cavalcante Ayres Universidade Estadual do Tocantins
  • Edney Loiola Faculdade de Imperatriz

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v9e32020867-882

Palavras-chave:

Processo produtivo. Tijolos cerâmicos. Gestão de custos.

Resumo

O objetivo deste artigo foi verificar se o reaproveitamento de resíduos da produção cerâmica impacta nos custos de produção. Dessa forma, o método utilizado foi através de pesquisa campo, com questionário semi-estruturado ao gestor de uma empresa do segmento da indústria de cerâmica no Tocantins, com abordagem caracterizada qualitativa, com delineamento bibliográfico, na qual buscou-se mostrar que é possível utilizar-se, o reaproveitamento dos resíduos sólidos e reduzir custos sem prejuízo na produção, e ainda preservar o meio ambiente, pois trata-se de uma política ecologicamente sustentável.  O desenvolvimento do setor oleiro-cerâmico, a pesquisa verificou que o gerenciamento e implantação de programas de resíduos sólidos, traz resultados significante no que tange a redução dos custos diretos considerados variáveis como (argila), na produção de cerâmica, na qual estão voltadas para a gestão produtiva sustentável, ocorridos na produção de bens ou serviços, que de forma franca agrega um percentual de grande expressão para o conjunto da gestão das empresas do segmento industrial, que possibilita aos gestores como um novo e atual processo de geração de informações, visando à redução de custos na fabricação do produto, o aumento de produção com a adaptação de novas tecnologias para os gestores maximizar os resultados e ainda demonstrar ser competitiva de modo sustentável.

Biografia do Autor

Nadjany Gomes Sousa, Universidade Estadual do Tocantins

Graduada em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Campina Grande. Mestre em Ciências Ambientais pela Universidade de Taubaté. Docente do Curso de Ciências Contábeis da Universidade Estadual do Tocantins.

Marcos Aurélio Cavalcante Ayres, Universidade Estadual do Tocantins


Bachareal em Administração. Mestre em Desenvolvimento Regional pela Universidade de Taubaté. Doutorando em Engenharia de Produção e Sistemas pela Universidade Vale do Rio dos Sinos. Docente da Universidade Estadual do Tocantins.

Edney Loiola, Faculdade de Imperatriz


Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Estadual do Maranhão. Mestre em Planejamento do Desenvolvimento e Doutor em Desenvolvimento Socioambiental, ambos pela Universidade Federal do Para - NAEA/UFPA. Docente na Faculdade de Imperatriz.

Downloads

Publicado

2020-09-30

Edição

Seção

Estudos de Caso