ANÁLISE DA QUALIDADE DAS ÁGUAS DE POÇOS RASOS NO ASSENTAMENTO ITAMARATI EM PONTA PORÃ, MATO GROSSO DO SUL

Autores

  • Paulo Tetsuo de Oliveira Discente no Programa de Pós-graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)
  • Ivan Ramires Docente no Programa de Pós-graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v8e3201988-114

Palavras-chave:

Qualidade da água, Assentamento Itamarati, Ponta Porã-MS.

Resumo

A água distribui-se na atmosfera e na parte superficial da crosta até uma profundidade de aproximadamente 10 km abaixo da interface atmosfera/crosta, constituindo a hidrosfera, que consiste em uma série de reservatórios como os oceanos, geleiras, rios, lagos, vapor de água atmosférica, água subterrânea e água retida nos seres vivos. Com sua notável e expressiva área hídrica, o Brasil detém uma posição de destaque quando se trata de reservas de água doce. Com grande disponibilidade confinada (aquíferos) de boa qualidade. A área em estudo faz parte da zona rural do município de Ponta Porã-MS e está localizado a 45 km da cidade de Ponta Porã e a 21 km da faixa de fronteira. Dessa forma, o presente trabalho consiste no monitoramento físico-químico das águas subterrâneas a nível freático de determinadas áreas do Distrito de Nova Itamarati e adjacências, considerando as possíveis atividades de impacto. As áreas amostradas tiveram seus parâmetros físico-químicos monitorados e avaliados ao longo de 2017 a fim de comprovar a qualidade destas águas.

Biografia do Autor

Paulo Tetsuo de Oliveira, Discente no Programa de Pós-graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

Graduado em Gestão Ambiental pela Universidade Federal da Grande Dourados (2013). Especialista em Gestão de Projetos pela UNIDERP-ANHANGUERA. Ex-empresário, possui experiência em atendimento ao público e gestão de negócios. Também atuou como Analista Ambiental em uma empresa de Engenharia onde realizou atividades relacionadas ao saneamento básico e manejo de resíduos sólidos no Estado de Mato Grosso do Sul. Atualmente é mestrando em Ciência e Tecnologia Ambiental pela Universidade Federal da Grande Dourados.

Ivan Ramires, Docente no Programa de Pós-graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

Possui graduação em Química Industrial pela Universidade Federal de Santa Maria (1994), mestrado em Química pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1998) e doutorado em Química pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2002). Atualmente é professorAssociado I da Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD. Participa como orientador de mestrado no Programa de Pós-Graduação em Química e no Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental da UFGD.Tem experiência na área de Química, com ênfase em Eletroquímica, atuando principalmente nos seguintes temas: eletroquímica, corrosão e química ambiental.

Downloads

Publicado

2019-10-03

Edição

Seção

Artigos