ASPECTOS SOCIOECONÔMICOS E AMBIENTAIS DOS EMPREENDIMENTOS DOS POSTOS DE LAVAGEM DE VEÍCULOS DO MUNICÍPIO DE PAU DOS FERROS-RN

Autores

  • Felipe Magnus de Oliveira Nunes Universidade Federal Rural do Semi-Árido – UFERSA
  • Jorge Luis de Oliveira Pinto Filho UFERSA
  • Ricardo Paulo Fonseca Melo Universidade Federal Rural do Semi-Árido.
  • Marteson Cristiano dos Santos Camelo Universidade Federal Rural do Semi-Árido.

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v7e32018755-776

Palavras-chave:

Lava a jato. Limpeza de automóveis. Gerenciamento de efluentes líquidos.

Resumo

Esta pesquisa objetiva realizar um diagnóstico socioeconômico e ambiental dos empreendimentos de lava a jato, do município de Pau dos Ferros/RN, através da descrição das atividades, processos e serviços desses empreendimentos. Como procedimentos metodológicos realizou-se uma pesquisa bibliográfica e aplicação de questionário semi-estruturados em 12 lava a jatos. Observou-se que os lava a jatos do município de Pau dos Ferros – RN apresentam fragilidades socioeconômicas e ambientais em suas atividades, processos e serviços. Também confirmou-se que estes estabelecimentos ocasionam impactos ambientais. Além disso, constatou-se que os serviços prestados pelos lava a jatos de Pau dos Ferros–RN correspondem apenas a lavagem de veículos e troca de óleo, sendo executados por uma equipe diversificada. Verificou-se que os principais impactos ambientais destes empreendimentos relacionam-se com o consumo de água, energia, matéria prima e com a geração de efluentes líquidos e resíduos sólidos. Evidencia-se que a proposta de gestão ambiental para referida problemática aborde as seguintes melhorias sobre: Política Ambiental; Matéria Prima Líquida; Matéria Prima Sólida; Processo Produtivo; Processos de Prevenção; Sistemas de Tratamento; Qualidade Ambiental do Processo; Aspectos Complementares e; Legislação Ambiental, para adequação das atividades, processos e produtos dos postos de lavagem de veículos do município de Pau dos Ferros/RN. Por fim, recomendam-se ainda estudos sobre a qualidade dos efluentes líquidos industriais e seus possíveis efeitos nos compartimentos ambientais da área de estudo.

Biografia do Autor

Felipe Magnus de Oliveira Nunes, Universidade Federal Rural do Semi-Árido – UFERSA

Bacharel em Ciência e Tecnologia pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido – UFERSA. E-mail: felipemagnos93@gmail.com

Jorge Luis de Oliveira Pinto Filho, UFERSA

Bacharel em Gestão Ambiental pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN (2003-2007). Mestre em Ciências do Solo pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA (2008-2010). Doutor em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN (2012-2016), com período sanduíche em Technische Universität Bergakademie Freiberg - TUBF (2014-2015) sob orientação de Jörg Matschullat. Atualmente é Professor Adjunto I da UFERSA. E-mail: jorge.filho@ufersa.edu.br

Ricardo Paulo Fonseca Melo, Universidade Federal Rural do Semi-Árido.

Graduação em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2010), mestrado em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2012) e doutorado em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2015). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal Rural do Semi-Árido. E-mail: ricardo.melo@ufersa.edu.br

Marteson Cristiano dos Santos Camelo, Universidade Federal Rural do Semi-Árido.

Graduação em Engenharia Química pela Universidade Federal de Pernambuco (2009), mestrado em Engenharia Química pela Universidade Federal de Pernambuco (2012) e doutorado em Doutorado em Engenharia Química pela Universidade Federal de Pernambuco (2016). Atualmente é professor da Universidade Federal Rural do Semi-Árido. E-mail: marteson@ufersa.edu.br

 

Downloads

Publicado

2018-10-03

Edição

Seção

Estudos de Caso