PERCEPÇÃO AMBIENTAL E PROGRAMA DE GESTÃO AMBIENTAL PÚBLICA: O CASO DO INSTITUTO BIOLÓGICO

Autores

  • Luiz Fernando Vaz Guimarães EPAESP.
  • Ismail Barra Nova de Melo Universidade Federal de São Carlos.
  • Ivan Fortunato UFSCAr - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP)

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v7e22018613-627

Palavras-chave:

Gestão de resíduos. Pesquisa ambiental. Sustentabilidade.

Resumo

 

Este trabalho apresenta os resultados da dissertação de mestrado defendida no Programa de Pós-Graduação em Sustentabilidade na Gestão Ambiental, da Universidade Federal de São Carlos, campus Sorocaba/SP. Trata-se de um estudo que teve por objetivo diagnosticar a percepção ambiental dos funcionários e analisar as ações efetuadas no Instituto Biológico (IB). Nos limites deste artigo, trazemos os resultados referentes ao mapeamento da percepção ambiental, realizado por meio de questionário e entrevistas com 210 funcionários. Os resultados desta pesquisa apontam que a comunidade do IB está consciente e interessada em participar, ativamente, da gestão ambiental do Instituto.

Biografia do Autor

Luiz Fernando Vaz Guimarães, EPAESP.

Mestre em Sustentabilidade na Gestão Ambiental da Universidade Federal de São Carlos (2015), Bacharel e Licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2003). Executivo Público e Diretor Técnico do Centro de Comunicação e Transferência do Conhecimento do Instituto Biológico da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. Sócio fundador e Diretor da EPAESP.
Instituto Biológico.  E-mail: lfvazguimaraes@gmail.com

Ismail Barra Nova de Melo, Universidade Federal de São Carlos.

Graduação em Geografia pela Faculdade de Educação São Luís (1991), mestrado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2003) e doutorado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2007).
Professor adjunto IV da Universidade Federal de São Carlos. E-mail: ismail.barra@gmail.com

Ivan Fortunato, UFSCAr - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP)

Pós-doutorado em Ciências Humanas e Sociais pela Universidade Federal do ABC. Doutor em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Rio Claro. Coordenador do Núcleo de Estudos Transdisciplinares: Ensino, Ciência, Cultura e Ambiente (NuTECCA). Líder do Grupo de Pesquisas Formação de Professores para o Ensino básico, técnico, tecnológico e superior (FoPeTec). Pesquisador do Laboratório de Estudos do Lazer (LEL) e do Grupo de Ensino de Ciências e Biologia (IFSP/SRQ). Editor da Revista Hipótese e coeditor da Revista Internacional de Formação de Professores e da Revista Brasileira de Iniciação Científica. Membro da Academia Itapetiningana de Letras, cadeira 27, e do Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Itapetininga (IHGGI), cadeira 37. Professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFSCAr. Campus Sorocaba. Professor convidado do Programa de Pós-Graduação em Sustentabilidade na Gestão Ambiental, da UFSCAr. campus Sorocaba. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Ciências Humanas e Sociais - UFABC. Professor em regime de dedicação exclusiva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), Campus de Itapetininga. E-mail: ivanfrt@yahoo.com.br

Downloads

Publicado

2018-04-27

Edição

Seção

Estudos de Caso