INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE SOCIOECONÔMICA E AMBIENTAL

Autores

  • Zacarias Távora Universidade Comunitária da Região de Chapecó – Unochapecó.
  • André Mateus Bertolino Universidade Comunitária da Região de Chapecó – Unochapecó.
  • Rodrigo Barichello Universidade Comunitária da Região de Chapecó – Unochapecó.
  • Claudio Alcides Jacoski Universidade Comunitária da Região de Chapecó – Unochapecó.

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v6e32017342-357

Palavras-chave:

sustentabilidade, gestão de projetos, problemas ambientais.

Resumo

Atualmente a atividade empresarial é implementada levando em conta os aspectos de sustentabilidade. O objetivo do presente estudo foi à aplicação dos parâmetros da Nota Técnica DEA 21/10 quanto aos índices de avaliação de sustentabilidade das três maiores usinas hidrelétricas do Brasil: Itaipu, Belo Monte e Tapajós. Realizou-se a comparação dos índices de sustentabilidade destas usinas. O procedimento metodológico utilizado no trabalho foi a busca de dados junto a fontes oficiais de impactos ambientais dos projetos desenvolvidos com ênfase a sustentabilidade. Constatou-se pelo estudo que os problemas ambientais que a literatura cita como componentes dessa área se mostraram muito bem trabalhados em empresas de grande porte sendo possível a integração e aplicação de projetos sustentáveis nas usinas hidrelétricas.

Biografia do Autor

Zacarias Távora, Universidade Comunitária da Região de Chapecó – Unochapecó.

Universidade Comunitária da Região de Chapecó – Unochapecó.

André Mateus Bertolino, Universidade Comunitária da Região de Chapecó – Unochapecó.

Universidade Comunitária da Região de Chapecó – Unochapecó.

Rodrigo Barichello, Universidade Comunitária da Região de Chapecó – Unochapecó.

Universidade Comunitária da Região de Chapecó – Unochapecó.

Claudio Alcides Jacoski, Universidade Comunitária da Região de Chapecó – Unochapecó.

 

Universidade Comunitária da Região de Chapecó – Unochapecó.

 

Downloads

Publicado

2017-11-09

Edição

Seção

Artigos