O QUE FACILITA A ADOÇÃO DE SUSTENTABILIDADE EM REDES DE COOPERAÇÃO?

Autores

  • Lisilene Mello da Silveira PUCRS - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • Maira Petrini PUCRS - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v9e32020607-636

Palavras-chave:

Redes de Cooperação, Facilitadores para Adoção de Sustentabilidade, Desenvolvimento sustentável.

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar facilitadores na adoção de sustentabilidade em redes de cooperação. A metodologia utilizada foi estudos de casos múltiplos em nove redes de cooperação, sendo três redes pertencentes a cada setor: indústria, comércio e serviços. Os dados primários foram coletados a partir de entrevistas com três integrantes de cada rede. Os dados secundários foram coletados a partir de relatórios internos, memorandos e websites. Identificou-se 12 facilitadores para a adoção de sustentabilidade no contexto de redes de cooperação, dos quais somente dois estão diretamente associados às características das redes, os quais denominamos de facilitadores específicos. Dentre os outros 10 facilitadores (denominados genéricos), destacam-se: legislação, vantagem competitiva, reputação organizacional e influência dos stakeholders. Os dois facilitadores específicos do contexto de redes estão relacionados a uma postura proativa, enquanto os quatro facilitadores genéricos em destaque relacionam-se a uma postura reativa. Foram identificadas proposições a serem testadas: (1) a relação de legislação com compartilhamento de experiências, consciência ecológica, incentivo governamental e reputação organizacional e (2) a relação da influência dos stakeholders com a reputação organizacional.

Biografia do Autor

Lisilene Mello da Silveira, PUCRS - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Professora do IFRS - Instituto Federal do Rio Grande do Sul e Doutoranda em Administração na PUCRS. Mestre em Administração e Negócios pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Linha de Pesquisa: Estratégia. Experiência em consultoria empresarial. Estudos envolvendo Desenvolvimento Sustentável, Inovação Social, Sustentabilidade, Consumo Colaborativo e Economia Compartilhada. Bacharel em Administração de Empresas pela Universidade de Caxias do Sul no ano de 2011.

Maira Petrini, PUCRS - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Professora adjunta da PUC RS com mestrado em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1999) e doutorado em Administraçao pela Fundação Getúlio Vargas - SP (2006). Tem 24 anos de experiencia na area de Sistemas e Tecnologia de Informação, tendo atuado corporativamente em empresas como Procergs, Hospital Israelita Albert Einstein e IBM e realizado consultoria ad hoc em sistemas de Bussines Intelligence. Nos últimos anos tem desenvolvido trabalhos e pesquisas na área de Administração, com ênfase em temas relativos a sustentabilidade e sua adoção estratégica nas empresas. 

Downloads

Publicado

2020-09-30

Edição

Seção

Artigos