Gerenciamento de resíduos na indústria de exploração e produção de petróleo: atendimento ao requisito de licenciamento ambiental no Brasil

Autores

  • Gisele B. dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v1e2201223-35

Palavras-chave:

Programas ambientais, exploração marítima de petróleo, resíduos sólidos em plataformas, logística reversa.

Resumo

A atividade de exploração e produção marítima de petróleo no Brasil cresceu substancialmente na última década em função da abertura do mercado interno a empresas estrangeiras. Esta atividade, por ser considerada de alto impacto no ambiente, é regulamentada ambientalmente por um licenciamento específico em âmbito federal, que estabelece a implementação de programas ambientais, entre eles um rigoroso projeto de controle da poluição cujo escopo abrange o controle de despejo de efluentes, lançamento de emissões e descarte de resíduos. Este estudo pretende expor o cenário atual referente ao gerenciamento de resíduos gerados nas atividades de exploração marítima de petróleo no Brasil, as tecnologias disponíveis e utilizadas com maior frequência, eventuais pontos de melhoria, sugerir medidas para a otimização do processo de logística voltada à destinação final dos resíduos, utilizando indicadores cuja base de dados foi obtida através dos registros gerados nos anos de 2010 e 2011, nas atividades de Perfuração, Produção e Escoamento da SHELL Brasil Petróleo Ltda.

Biografia do Autor

Gisele B. dos Santos

Estudante de Graduação, Gestão Ambiental – Universidade do Sul de Santa Catarina

Downloads

Publicado

2012-12-07

Edição

Seção

Artigos