ANÁLISE LOCACIONAL DE TERMINAIS HIDROVIÁRIOS UTILIZANDO O MÉTODO SMARTER: O CASO DA HIDROVIA BRASIL-URUGUAI

Autores

  • Aline Samá Pinto Universidade Federal do Rio Grande - FURG http://orcid.org/0000-0001-8771-4839
  • Milton Luiz Paiva de Lima Universidade Federal do Rio Grande - FURG
  • Vagner Euzébio Bastos Universidade Federal do Rio Grande - FURG

DOI:

https://doi.org/10.19177/reen.v10e02017156-185

Palavras-chave:

Hidrovia Brasil-Uruguai, Métodos Multicritérios, SMARTER

Resumo

A possibilidade de reativação da navegação prevista no projeto da Hidrovia Brasil-Uruguai tem gerado grande expectativa, pois proporcionará um importante eixo de transporte hidroviário, ligando o interior do Uruguai ao Brasil através do território gaúcho. Diante disto, busca-se identificar localidades com potencial para receberem terminais de transporte de carga ao longo da futura hidrovia, com o uso da técnica multicritério de apoio à decisão denominada SMARTER. Os resultados da pesquisa revelam como alternativas viáveis 11 das 13 localidades apontadas em estudo realizado pelo Ministério dos Transportes, ou seja, ocorreu uma convergência de 77%, evidenciando a adequabilidade do método utilizado

Biografia do Autor

Aline Samá Pinto, Universidade Federal do Rio Grande - FURG

Possui graduação em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande (2012). Tem experiência na área de Administração atuando como assistente administrativo e assistente de documentação na parte de importação. Realizou Pós-Graduação MBA em Gestão Estratégica de Negócios na modalidade a distância pela Universidade Anhanguera. Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA FURG.

Milton Luiz Paiva de Lima, Universidade Federal do Rio Grande - FURG

Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio Grande(1989), graduação em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande(1988), especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho pela Universidade Federal de Santa Catarina(1992), mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina(1993) e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina(2001). Atualmente é Professor Associado IV da Universidade Federal do Rio Grande, Revisor de periódico da Journal of Transport Literature e Membro de corpo editorial da Journal of Transport Literature. Tem experiência na área de Engenharia de Produção, com ênfase em Transportes. Atuando principalmente nos seguintes temas:Modelagem matemática, Modelos comportamentais, Logística, Transporte de carga, Preferência declarada e Repartição Modal.

Vagner Euzébio Bastos, Universidade Federal do Rio Grande - FURG

Possui Licenciatura Plena em Matemática pela Universidade Federal de Pelotas (2001) e Mestrado em Engenharia Oceânica pela Universidade Federal do Rio Grande (2012). A Dissertação de mestrado contempla essencialmente Modelagem Matemática em Transportes e Métodos Multicritérios de Apoio à decisão.

Referências

ACKOFF, R.L. The future of Operational Research is past. Journal of Operational Research Society, v.30, pp.93-104, 1979.

AHSUL – Administradora das Hidrovias do Sul. Estudo de Viabilidade Técnica Econômica e Ambiental – EVTEA da Hidrovia Brasil Uruguai, Folheto, Brasília, DF, nov. 2014, p 44.

BALLOU, R. H. Gerenciamento da cadeia de suprimentos: planejamento, organização e logística empresarial. 4ª ed. Porto Alegre: Bookmann, 2001.

BALLOU, R. H. Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos/Logística Empresarial. 5. ed. Porto Alegre. Bookman, 2006.

BARRON, A.H.; BARRETT, B.E. The efficacy of SMARTER – Simple Multi-Attribute Rating Technique Extended to Ranking. Acta Psychologica, v.93, p.23-36, 1996.

BRASIL. Agência Nacional de Transportes Aquaviários. Anuário Estatístico do Transporte Aquaviário, 2009.

BRASIL. Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes. Diretoria de Planejamento e Pesquisa. Coordenação Geral de Estudos e Pesquisa. Instituto de Pesquisas Rodoviárias, 2015.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Secretaria Especial da Aquicultura e Pesca- SEAP. Balança comercial brasileira, 2010.

DA MOTTA, J. P. L. , LIMA, M. P. , MACHADO, N. M. Conflitos: Rodovia e meio Ambiente. O Caso da RJ 165, Paraty (RJ) – Cunha (SP). Serviços de Estudos de Impactos Ambientais Fundação DER-RJ/1992/ Transportes – ANPET, 1993.

EDWARDS, W; BARRON, F. H. SMARTS and SMARTER: Improved Simple Methods for Multiattribute Utility Measurement. Organizational Behavior and Human Decision Processes, v.60, p.306-325, 1994.

GAITHER, N.; FRAZIER, G.; Administração da Produção e Operações, 8ª ed. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2001.

GAITHER, N.; FRAZIER, G. Administração da Produção e Operações. São Paulo: Thomson Learning, 2004.

GOMES, C. F. S., MONTEIRO GOMES, L. F. A. A Função de Decisão Multicritério. Parte II: Classificação dos Métodos Empregados na Modelagem Multicritério. Revista do Mestrado de Administração, Ano 2, n. 3, 2003.

GOMES, L. F. A. M.; ARAYA, M. C. G.; CARIGNANO, C. Tomada de decisões em cenários complexos. São Paulo: Thomson, 2004.

KEENEY, RL; RAIFFA, H. Decision with Multiple Objectives: Preferences and value trade-offs. John Wiley & Sons, 1976.

MELACHRINOUDIS, E.; MIN, H. “The Dynamic Relocation and Phase-out of a Hybrid, Two-echelon Plant/Warehousing Facility: A Multiple Objective Approach”. European Journal of Operational Research, v. 123, n. 1, p. 1-15, 2000.

OWEN, S. H.; DASKIN, M. S. Strategic facility location: A review. European Journal of Operational Research, v. 111, p. 423-447, 1998.

PORCIÚNCULA, G.; FRÓE, C. N.; CORREA, M. G. e COUTO, R. S. A importância da barragem eclusa do canal São Gonçalo para a rede portuária transfronteiriça via hidrovia Brasil Uruguai. In: II CONGRESSO INTERNACIONAL DE DESEMPENHO PORTUÁRIO. Florianópolis, 2015.

RANDHAWA, U.; WEST, T. M. An Integrated Approach to Facility location Problems. Journal Computers and Engeneering, v29, n 1, pg. 261-265, 1995.

RIO GRANDE DO SUL. SECRETARIA DA COORDENAÇÃO E PLANEJAMENTO (SCP). Atlas Socioeconômico do Estado do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2010.

ROCHA JR, M. L. Análise Multiatributo com Tratamento da Incerteza: Aplicação do Método interval smart / swing weighting à Escolha de Fornecedores de Serviços de TI. Dissertação, FACULDADE DE ECONOMIA E FINANÇAS IBMEC, Rio de janeiro, 2008.

ROMERO, B. de C. Análise de Plataformas Logísticas: Aplicação ao Caso do ETSP –Entreposto Terminal São Paulo – da CEAGESP. Dissertação. ESCOLA POLITÉCNICA, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.

ROY, B.; BOUYSSOU, D. Aide multicritère à la décision: méthodes et cas. Economica, Paris, 1993. p. 695.

SILVA, F. A. B. Modelo para localização geográfica de indústrias baseado em regras difusas. Dissertação. ESCOLA POLITÉCNICA, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.

SOARES DE MELLO, J.C.C.B. ; GOMES, E.G. ; SOARES DE MELLO, M.H.C. . Emprego de métodos ordinais multicritério na análise do campeonato mundial de Fórmula 1. Relatórios de Pesquisa em Engenharia de Produção da UFF, v. 2, p. 9, 2003.

SOUTO, D. L. Hidrovia Brasil Uruguai. Estudos de Viabilidade Técnico-Econômica e Ambiental – EVTEA. Ecoplan, 2016.

VILAS BOAS, C. L. de. Análise da aplicação de métodos multicritérios de decisão na gestão de recursos hídricos. In: XVI Simpósio de Recursos Hídricos, 2005, João Pessoa. Integrando a gestão de águas às políticas sociais e de desenvolvimento econômico, 2005.

VON WINTERFELDT, D.; EDWARDS, W. Decision Analysis and behavioral research. New York: Cambridge University press, 1996.

Downloads

Publicado

2017-06-12

Edição

Seção

Artigos Científicos