Patrimônio cultural e formação de professores no PIBID História (UFSC) - arqueologia e história da ilha do Campeche

Autores

  • Alanna Fernandes Duarte Universidade da Região de Joinville, UNIVILLE.
  • Andréa Ferreira Delgado Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC.

DOI:

https://doi.org/10.19177/memorare.v2e2201585-106

Palavras-chave:

Patrimônio Cultural, Formação de professores, Ilha do Campeche.

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar algumas das atividades de produção de material didático desenvolvido durante o Programa de Iniciação à Docência (PIBID) em História da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O PIBID buscou estimular atividades de ensino e pesquisa sobre espaços circunvizinhos às escolas, procurando dar visibilidade às diferentes práticas culturais, lugares e saberes da região Sul da Ilha de Santa Catarina. Entre os temas abordados, a Ilha do Campeche destaca-se por ser uma localidade que é reconhecida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) como Patrimônio Arqueológico e Paisagístico Nacional. Para incluir esse patrimônio cultural no currículo escolar, pesquisamos acerca dos estudos já realizados e dos diferentes usos da Ilha ao longo do tempo, a fim de estimular ações educativas e promover a identificação, a valorização e a difusão do patrimônio associado à história local.

Biografia do Autor

Alanna Fernandes Duarte, Universidade da Região de Joinville, UNIVILLE.

Este artigo tem como objetivo apresentar algumas das atividades de produção de material didático desenvolvido durante o Programa de Iniciação à Docência (PIBID) em História da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O PIBID buscou estimular atividades de ensino e pesquisa sobre espaços circunvizinhos às escolas, procurando dar visibilidade às diferentes práticas culturais, lugares e saberes da região Sul da Ilha de Santa Catarina. Entre os temas abordados, a Ilha do Campeche destaca-se por ser uma localidade que é reconhecida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) como Patrimônio Arqueológico e Paisagístico Nacional. Para incluir esse patrimônio cultural no currículo escolar, pesquisamos acerca dos estudos já realizados e dos diferentes usos da Ilha ao longo do tempo, a fim de estimular ações educativas e promover a identificação, a valorização e a difusão do patrimônio associado à história local.

Andréa Ferreira Delgado, Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC.

Professora do Departamento de Metodologia de Ensino da Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC.

Downloads

Publicado

30-07-2015

Edição

Seção

Artigos