PERSPECTIVAS DE RISCO E BENÉFICIOS DE UMA COMUNIDADE RURAL SOBRE O PROJETO DE INTEGRAÇÃO DE BACIAS DO RIO SÃO FRANSCISCO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v10e22021189-208

Palavras-chave:

Conhecimento tradicional, Gênero, Atividade ocupacional, Semiárido.

Resumo

O estudo teve como objetivo avaliar as percepções de risco e benefício de uma comunidade rural sobre o projeto de integração das bacias hidrográficas do São Francisco na Paraíba. Para isto, testamos a hipótese de que as percepções são influenciadas pelas atividades ocupacionais e gênero dos participantes. As comunidades rurais do entorno do reservatório de Poções (Monteiro - PB), o qual é o receptor das águas do projeto de integração do rio São Francisco no estado, foram visitadas entre agosto e outubro de 2015. Os moradores foram questionados sobre as possibilidades de riscos e benefícios do projeto para resolver o problema de água na região. As respostas foram agrupadas em categorias e foram calculados os índices de incidência de risco, de benefício e beneficência. A percepção de risco dos moradores teve baixa incidência, embora o gênero tenha influenciado a percepção de risco da comunidade, sendo os problemas sociais e ambientais, melhor percebidos pelas mulheres enquanto a maioria dos homens não conseguiu identificar riscos associados ao projeto. A disponibilidade de água é o benefício mais incidente, seguido das possibilidades de atividades ocupacionais. Para o índice de beneficência, a atividade ocupacional influenciou as percepções. Pescadores e aposentados foram associados à variável atividade ocupacional, enquanto domésticas e agricultores foram associados principalmente às variáveis disponibilidade e qualidade da água. Não há diferenças significativas relacionadas à questão de gênero para benefícios, embora a maioria das mulheres tenha apontado benefícios relacionados à disponibilidade de água.

Biografia do Autor

  • Gleydson Kleyton Moura Nery, Instituto Nacional do Semiárido (INSA)
    Mestre em Ecologia e Conservação pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Pesquisador do Núcleo de Recursos Hídricos do Instituto Nacional do Semiárido (INSA) 
  • Janiele França Nery, Instituto Nacional do Semiárido (INSA)

    Doutora em Ecologia de Ecossistemas Aquáticos pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), Pesquisadora do Núcleo de Recursos Hídricos do Instituto Nacional do Semiárido (INSA) 

     

  • Evaldo de Lira Azevêdo, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB)
    Doutor em Etnobiologia e Conservação da Natureza pela Universidade Federal Rural do Pernambuco (UFRPE), Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) campus Cajazeiras.

Downloads

Publicado

2021-06-30

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

PERSPECTIVAS DE RISCO E BENÉFICIOS DE UMA COMUNIDADE RURAL SOBRE O PROJETO DE INTEGRAÇÃO DE BACIAS DO RIO SÃO FRANSCISCO. (2021). Revista Gestão & Sustentabilidade Ambiental, 10(2), 189-208. https://doi.org/10.19177/rgsa.v10e22021189-208

Artigos Semelhantes

1-10 de 258

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)