USO DO SIG NO MAPEAMENTO DE ATERROS SANITÁRIOS QUE PRODUZEM BIOGÁS VISANDO A GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NO BRASIL: IMPACTOS SOCIAIS, AMBIENTAIS E ECONÔMICOS

Autores

  • Érica Bento Sarmento UFABC
  • Karen Hidalgo Daia UFABC
  • Renata de Almeida UFABC
  • Deyvison Souza Rodrigues UFABC
  • Juliana Tófano de Campos Leite Toneli UFABC
  • Graziella Colato UFABC

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v9e020201040-1056

Palavras-chave:

RSU. Biogás. Aterro sanitário. Biometanização. Energia elétrica.

Resumo

O tratamento e destinação dos resíduos sólidos urbanos é um problema socioeconômico e ambiental. Mais da metade dos resíduos coletados são constituídos de matéria orgânica e, uma vez dispostos no ambiente de forma inadequada, se decompõem naturalmente, contaminando a água, o solo e o ar. A degradação da matéria orgânica em ausência de oxigênio produz metano e gás carbônico, gases geradores de efeito estufa que contribuem para as mudanças climáticas. Os aterros sanitários são considerados pela legislação vigente a forma mais adequada de destinação final destes resíduos. São pontos positivos: gerar energia nos aterros sanitários, a utilização dessa energia para seu próprio funcionamento, ou distribuir na rede a energia para beneficiamento local. Neste trabalho, foi feita uma avaliação da produção de biogás associado à decomposição da fração orgânica dos resíduos sólidos urbanos nos aterros sanitários do Brasil que utilizam esse tipo de energia para seu próprio consumo ou que a injetam na rede de distribuição. Os impactos ambientais, econômicos e sociais associados a localização dos aterros também foram avaliados. Um modelo sistêmico foi obtido para definir os parâmetros de causa e efeito que giram em torno do tema. Os indicadores mais importantes foram selecionados para compor a matriz de sustentabilidade. Com o software QGIS foi possível analisar a localização, constatando-se que todos pertencem à região Sudeste do país.

 

Biografia do Autor

Downloads

Publicado

2020-05-29

Como Citar

USO DO SIG NO MAPEAMENTO DE ATERROS SANITÁRIOS QUE PRODUZEM BIOGÁS VISANDO A GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NO BRASIL: IMPACTOS SOCIAIS, AMBIENTAIS E ECONÔMICOS. (2020). Revista Gestão & Sustentabilidade Ambiental, 9, 1040-1056. https://doi.org/10.19177/rgsa.v9e020201040-1056

Artigos Semelhantes

1-10 de 278

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)