AVALIAÇÃO DA IMPLEMENTAÇÃO DA REDE INTERNACIONAL DE COOPERAÇÃO ACADÊMICA LIXO ZERO (NIZAC) NO BRASIL

Autores

  • Luiz Gustavo Francischinelli Rittl Universidade do Estado de Santa Catarina.
  • Isabella Pimentel Pincelli UFSC
  • Emília Wanda Rutkowski Universidade Estadual de Campinas.
  • Gislaine Aparecida Moreira Unicamp
  • Maria Gineusa de Medeiros e Souza UNICAMP
  • Marcelo Gomes Cardoso Universidade do Estado de Santa Catarina.
  • Tácio Mauro Pereira de Campos Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
  • Melissa Casacchi Antunes Universidade do Autor.
  • Brenda Vieira UFSC
  • Armando Borges de Castilhos Junior UFSC

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v9e02020269-287

Palavras-chave:

Universidades. Cooperação acadêmica. Lixo zero. Desenvolvimento sustentável.

Resumo

A Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC, a Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, o Instituto Federal de Santa Catarina- IFSC, a Universidade Estadual de Campinas- UNICAMP e a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro PUC – RJ engajaram-se na Rede de Cooperação Acadêmica Internacional Lixo Zero – NIZAC, com o objetivo de enfrentar um dos maiores desafios antropogênicos da sustentabilidade global, a grande geração de resíduos sólidos nos ambientes urbanos. Neste contexto, o presente artigo discute os avanços e os desafios para a implementação dessa rede de cooperação acadêmica nas universidades brasileiras, a partir de informações obtidas por meio de aplicação de questionários às referidas instituições. Os principais resultados da implementação da rede são sistematizados e avaliados, constando que apesar dos programas Lixo Zero das universidades brasileiras estarem em fase inicial, existem avanços na gestão de resíduos sólidos e recursos de seus campi, como a redução de utilização de copos descartáveis. Entretanto, ainda existem desafios para que o conceito Lixo Zero seja aplicado transversalmente em todas as esferas das universidades, destacando a necessidade da institucionalização destes programas.

 


 

Biografia do Autor

Luiz Gustavo Francischinelli Rittl, Universidade do Estado de Santa Catarina.

[1] Mestre. gustavorittl@gmail.com   Universidade do Estado de Santa Catarina. 

 

Isabella Pimentel Pincelli, UFSC

[2] Mestra. Universidade Federal de Santa Catarina. isabellappincelli@gmail.com

Emília Wanda Rutkowski, Universidade Estadual de Campinas.

[3] Doutora. Universidade Estadual de Campinas. emilia@fec.unicamp.br

Gislaine Aparecida Moreira, Unicamp

[4] Especialista. Universidade Estadual de Campinas. gislaine.moreira@reitoria.unicamp.br

Maria Gineusa de Medeiros e Souza, UNICAMP

[5] Especialista Universidade Estadual de Campinas. gineusa@reitoria.unicamp.br

Marcelo Gomes Cardoso, Universidade do Estado de Santa Catarina.

[6] Mestre. Universidade do Estado de Santa Catarina. marcelo.cardoso@udesc.br

Tácio Mauro Pereira de Campos, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Doutor. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. tacio@puc-rio.br

Melissa Casacchi Antunes, Universidade do Autor.

Mestra. Universidade do Autor. melcasacchi@hotmail.com

Brenda Vieira, UFSC

Especialista. Universidade Federal de Santa Catarina. gestaoambiental@contato.ufsc.br

Armando Borges de Castilhos Junior, UFSC

Doutor. Universidade Federal de Santa Catarina. armando.borges@ufsc.br

Downloads

Publicado

2020-02-21