ANÁLISE DE RESÍDUOS SÓLIDOS: ESTUDO DE CASO NO CONJUNTO RESIDENCIAL JÚLIO ZACHARIAS

Autores

  • Maria Júlia Bonfim Santana Instituto Federal do Paraná - Campus Paranavaí
  • Juliana Biluca Universidade Tecnológica Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v9e22020644-663

Palavras-chave:

Resíduos Sólidos Urbanos, Geração per capita, Coleta Seletiva, Gerenciamento de Resíduos Sólidos Urbanos, Diagnóstico Ambiental

Resumo

A gestão dos resíduos sólidos urbanos (RSU), necessitam, primeiramente do diagnóstico da situação atual, analisando quali e quantitativamente a geração e as falhas no sistema adotado. Com o objetivo de diagnosticar a situação do município de Nova Esperança – PR o presente estudo realizou uma análise quantitativa, estimando a geração per capita, com dados do total coletado pela municipalidade. Outra análise mais aprofundada foi realizada no Conjunto Residencial Júlio Zacharias, por meio da aplicação de um questionário, visando identificar o nível de instrução dos moradores em questões relacionadas aos resíduos sólidos, e, para fins de caracterização, foi realizada uma análise gravimétrica dos resíduos passíveis de reciclagem gerados no bairro. Por meio da análise quantitativa, verificou-se a geração per capita de resíduos do município de Nova Esperança-PR sendo de aproximadamente 0,617 kg/hab.dia. Em relação ao questionário aplicado, a grande maioria dos entrevistados afirmou realizar a segregação dos resíduos entre seco e úmido, no entanto, há uma parcela dos residentes que afirmaram destinar certos tipos de resíduos considerados rejeitos, juntamente com os recicláveis. Enquanto a análise gravimétrica dos resíduos encaminhados a cooperativa, constatou que o material predominante é papel/papelão com 31,87 %, em seguida o plástico com 29,9 %, destacando que ainda 12,74 % são rejeitos, devido à falta de instrução a população.

Biografia do Autor

Maria Júlia Bonfim Santana, Instituto Federal do Paraná - Campus Paranavaí

Formada pela Universidade Estadual de Maringá - Campus Umuarama em Bacharel em Engenharia Ambiental, cursando Pós-Graduação latu senso em Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentavel pelo Instituto Federal do Paraná - Campus Paranavaí.

Downloads

Publicado

2020-07-17

Edição

Seção

Estudos de Caso