ANÁLISE DO LANÇAMENTO DE ESGOTO SANITÁRIO NO CANAL DE DRENAGEM DA BACIA HIDROGRÁFICA DA TAMANDARÉ/BELÉM – PARÁ

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v9e3202092-109

Palavras-chave:

Esgoto, Drenagem, Canal da Tamandaré, Saúde Pública

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo analisar a ocorrência e o impacto do lançamento de esgoto sanitário da Bacia da Tamandaré, localizado em Belém do Pará, no seu canal de drenagem, que não possui uma estação de tratamento de esgoto e nem uma estação elevatória de esgoto que encaminhe e trate essa produção diária. O estudo foi desenvolvido em três etapas, inicialmente foi realizada a avaliação da infraestrutura de drenagem de águas pluviais e de esgotamento sanitário na área da Bacia da Tamandaré, na segunda etapa foram identificadas as tubulações e galerias que lançam esgoto sanitário no canal da Tamandaré e quantificada a vazão média de esgoto despejado e finalmente, na última etapa a avaliação dos impactos do lançamento de esgoto sanitário no funcionamento do canal. Como resultado da pesquisa, foi possível identificar o grave problema de informações no banco de dados dos órgãos responsáveis, os problemas estruturais do canal, presença de resíduos e esgoto na rede de drenagem, uma série de problemas em ambos os sistemas, além de contabilizar um total de 29 contribuições com presença de esgoto das 71 que chegam e quantificando a vazão de esgoto que chega ao canal de 2.383,05 m³/dia, o que equivale a 11,12% do volume útil do canal. Concluindo, os principais impactos ocasionados no canal pelo despejo de esgoto foram a ocupação de volume útil do canal, vegetação e sedimentos do esgoto ocupando volume, contribui para a inundações do canal e o risco de proliferação de doenças, como a leptospirose, causadas pelo contato desse efluente. Portanto, foi comprovada a real necessidade de investimento no sistema de esgotamento sanitário na área da Bacia da Tamandaré que sobrecarrega o sistema de drenagem que já é deficitário.

Biografia do Autor

Bruno de Almeida da Silva, Universidade Federal do Pará - UFPA

Graduado em Engenharia Sanitária e Ambiental (UFPA)

João Diego Alvarez Nylander, Universidade Federal do Pará - UFPA

Doutorando em Engenharia Civil - Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental (UFPA), Mestre em Engenharia Civil (UFPA) e Graduado em Engenharia Sanitária e Ambiental (UFPA)

José Almir Rodrigues Pereira, Universidade Federal do Pará - UFPA

Doutor em Engenharia Hidráulica e Saneamento (EESC-USP), Mestre em Recursos Hídricos (UFPB), Graduado em Engenharia Sanitária (UFPA) e Professor Titular da UFPA nos cursos de Engenharia Sanitária e Ambiental, de Engenharia Civil, de Gestão Pública e de Engenharia dos Recursos Naturais da Amazônia.

Downloads

Publicado

2020-09-30

Edição

Seção

Artigos