AVALIAÇÃO DA POLUIÇÃO DO AR ORIGINADA POR VEÍCULOS AUTOMOTORES NA ÁREA URBANA DO MUNICÍPIO DE LAGES-SC

Autores

  • Jordana dos Anjos Xavier
  • Valter Antonio Becegato
  • Camila Angélica Baum
  • Daniely Neckel Rosini
  • Amanda Dalalibera
  • Eduardo Duminelli
  • Jairo Afonso Henkes
  • Mauro Faccioni Filho Unisul

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v8e12019149-182

Palavras-chave:

Veículos automotores, Emissões, Poluentes atmosféricos, Dióxido de nitrogênio.

Resumo

O sistema de planejamento urbano das cidades brasileiras tem conduzido ao aumento exponencial da frota de veículos automotores, os quais representam a fonte emissora de poluentes atmosféricos mais significativa na categoria das fontes móveis. O município de Lages teve um aumento na sua frota veicular, nos últimos dez anos, na ordem de 70,43%. Nesse sentido, objetivou-se com o presente estudo avaliar os níveis de emissões de gases de veículos automotores na área urbana do município de Lages-SC, a fim de verificar se as concentrações registradas para o dióxido de nitrogênio presentes na atmosfera apresentam-se de acordo com os níveis estabelecidos pela Resolução CONAMA nº003/90, e também classificar a qualidade do ar conforme o Índice de Qualidade do Ar do Instituto Ambiental do Paraná. A amostragem foi realizada em quinze pontos de coleta, as 08:30h e as 18:00h, com a utilização de equipamentos portáteis, os quais apresentam resultados instantaneamente. Para análise dos dados foi realizada análise estatística descritiva e de correlação dos dados obtidos. Constatou-se a influência de alguns fatores meteorológicos sobre o comportamento dos poluentes. Os níveis de dióxido de nitrogênio presentes no ar de Lages estão acima dos valores padronizados pela legislação, além de ser classificado como inadequado, o que pode acarretar em impactos sobre a saúde humana e ao meio ambiente.

Biografia do Autor

Jordana dos Anjos Xavier

Graduanda do curso de Engenahria Ambiental e Sanitária da Universidade do Estado de Santa Catarina.

Valter Antonio Becegato

Professor titular do Departamento de Engenharia Ambiental e Sanitária da Univerisdade do Estado de Santa Catarina, Doutor em Geologia Ambiental pela Universidade Federal do Paraná.


Camila Angélica Baum

Eng. Amb e sanitarista (UFSM), atualmente doutoranda em Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental (UFRGS).

Daniely Neckel Rosini

Licenciada em Ciências Biológicas, pós-graduada em Gestão e Educação Ambiental, Mestranda em Ciências Ambientais.

Amanda Dalalibera

Graduanda do curso de Engenahria Ambiental e Sanitária da Universidade do Estado de Santa Catarina.

Eduardo Duminelli

Graduando do curso de Engenahria Ambiental e Sanitária da Universidade do Estado de Santa Catarina.

Jairo Afonso Henkes

Engenheiro Agrônomo, graduado pela Universidade para o Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina - UDESC. Especialista em Administração Rural pela Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC. Mestre em Agroecossistemas pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC.

Downloads

Publicado

2019-04-04

Edição

Seção

Artigos