RELAÇÃO DAS DESPESAS DO GOVERNO FEDERAL COM SANEAMENTO BÁSICO, GESTÃO AMBIENTAL, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SOBRE A SAÚDE DA POPULAÇÃO BRASILEIRA

Autores

  • Gerson João Valeretto
  • Gustavo Scherer
  • Gabriela Moreira Souza
  • Rafael Martins Noriller
  • Josimar Pires Silva
  • Rodrigo Malta Meurer

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v9e42020716-738

Palavras-chave:

Saneamento Básico, Resíduos sólidos, Meio-ambiente, e Saúde Humana.

Resumo

O objetivo do artigo é analisar qual a influência das despesas liquidadas com: saneamento básico, gestão ambiental e ciência & tecnologia sobre as despesas com promoção, proteção, recuperação e manutenção da saúde da População Brasileira. As variáveis analisadas correspondem ao período de 2000 a 2017.  Foi adotada a premissa de que quanto maiores forem os valores das despesas com saneamento, gestão ambiental e ciência e tecnologia, maiores serão as probabilidades de haver a redução das despesas com a População Brasileira. Os resultados apontam que, variáveis “Despesas Liquidadas com a Gestão Ambiental” e “Despesas Liquidadas com Ciência e Tecnologia” apresentaram relação positiva e significativa a 10% com Despesas com Saúde.

Downloads

Publicado

2020-12-29

Edição

Seção

Artigos