AVALIAÇÃO DA SUSTENTABILIDADE HÍDRICA QUANTITATIVA NA PORÇÃO HIDROGRÁFICA DA BACIA DO RIO PARNAÍBA EM TIMON, MARANHÃO

Autores

  • Tiago Rodrigues da Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão.
  • Beatriz Bacelar Barbosa Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão.
  • Cristiano Jackson da Costa Coelho UFMA

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v7e42018240-260

Palavras-chave:

Potencialidade Hídrica. Disponibilidade Hídrica. Demanda Hídrica. Sustentabilidade Hídrica. Gestão de Recursos Hídricos

Resumo

Este trabalho teve como objetivo quantificar e analisar a sustentabilidade hídrica da porção hidrográfica da bacia do rio Parnaíba, localizada no município de Timon, Maranhão, Região Nordeste do Brasil, através da determinação dos indicadores de potencialidade, disponibilidade e demanda hídrica, bem como utilizando os seguintes índices de sustentabilidade hídrica: Índice de Ativação da Potencialidade, Índice de Utilização da Disponibilidade e Índice de Utilização da Potencialidade. Na determinação das variáveis hidrológicas foi utilizada uma metodologia para estudos básicos em hidrologia aplicados a pequenas bacias hidrográficos sendo os dados pluviométricos para a quantificação hidrológica obtidos a partir do Banco de Dados Meteorológicos para Ensino e Pesquisa do Instituto Nacional de Meteorologia. Os resultados apresentaram um desequilíbrio entre a disponibilidade (0,019 Km3/ano) e demanda (0,150 Km3/ano) na porção hidrográfica da bacia analisada. Por outro lado, notou-se, que a área apresentou um potencial hídrico (1,253 Km3/ano), com possibilidades de suprir a demanda hídrica reprimida. Essas informações possibilitaram o diagnóstico da sustentabilidade hídrica da porção da bacia hidrográfica do rio Parnaíba e, desse modo, com a aplicação dos indicadores e índices de sustentabilidade foi permitido caracterizar o cenário hídrico em termos quantitativos, evidenciando um sub aproveitamento dos recursos hídricos disponíveis, atualmente, na área. Diante disso, é sugerido ações de gestão de recursos hídricos, de maneira a apoiar a tomada de decisão pelas autoridades municipais.

Biografia do Autor

Tiago Rodrigues da Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão.

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão. E-mail: thiago2581@hotmail.com

Beatriz Bacelar Barbosa, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão.

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão. E-mail: beatrizbacelar_@hotmail.com

Cristiano Jackson da Costa Coelho, UFMA

Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão. Bacharel em Ciências Aquáticas na UFMA. Licenciado em Informática no IFMA. Mestre em Sustentabilidade de Ecossistemas na UFMA. Doutor em Biotecnologia pelo RENORBIO ponto focal na UFPI.  E-mail: crisjcc@ifma.edu.br

Downloads

Publicado

2018-12-12

Edição

Seção

Artigos