ANÁLISE DA QUALIDADE DOS RELATÓRIOS DE IMPACTO AMBIENTAL (RIMA) DAS OBRAS DE DUPLICAÇÃO DE RODOVIAS BRASILEIRAS

Autores

  • Anna Luiza Ferrari Oliveira Universidade Federal de Mato Grosso
  • Francielle Silva Cavalcante Universidade Federal de Mato Grosso
  • Camila Leonardo Mioto Universidade Federal de Mato Grosso
  • Domingos Sávio Barbosa Universidade Federal de Mato Grosso.

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v8e32019115-140

Palavras-chave:

, Avaliação de impacto ambiental, EIA/RIMA, rodovias

Resumo

No Brasil estão em execução diversos projetos de duplicação de rodovias, os quais vêm sendo realizados para melhorias, como a adequação da capacidade rodoviária, aumento do escoamento e diminuição do risco de acidentes. Por outro lado, essas obras geram diversos impactos negativos nas esferas ambiental, social e econômica. De modo a avaliar tais impactos, realizou-se um estudo bibliográfico sobre o tema, avaliando-se 19 relatórios de impacto ambiental (RIMA) já desenvolvidos e disponibilizados ao público, totalizando 32 municípios do país, de modo a verificar as informações disponíveis nos referidos RIMAs. Nessa avaliação, puderam ser mensurados os impactos de atividades realizadas durante a execução da duplicação, assim como realizada a classificação da qualidade e quantidade dos impactos abordados em cada relatório. Como resultado da pesquisa, ao estabelecer um parâmetro para definir a qualidade dos relatórios, verificou-se a qualidade regular de grande parte dos relatórios analisados visto a presença de erros e a ausência de métodos e linguagem apropriados para obtenção e análise de dados, principalmente sobre a fauna, vegetação, rios e córregos, alterações na rotina e na qualidade da população que reside do entorno da via onde ocorre a obra. Nesse sentido, tem-se a necessidade de melhoria na elaboração dos relatórios, exigindo-se maior qualidade na apresentação das informações. Recomenda-se que seja adotado um padrão nacional de relatórios ambientais. Para este efeito, sugere-se a elaboração de uma norma técnica nacional para disciplinar esta matéria.

Biografia do Autor

Anna Luiza Ferrari Oliveira, Universidade Federal de Mato Grosso

Bacharel em Engenharia Civil (Universidade Anhanguera de Rondonópolis) e mestranda em Gestão e Tecnologia Ambiental (Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT).

Francielle Silva Cavalcante, Universidade Federal de Mato Grosso

Bacharel em Engenharia Agrícola e Ambiental (Universidade Federal de Mato Grosso). 

Camila Leonardo Mioto, Universidade Federal de Mato Grosso

Doutora em SaneamentoAmbiental e Recursos Hídricos. Docente do Programa de Pós-Graduação em Gestão e Tecnologia Ambiental da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Rondonópolis.

Domingos Sávio Barbosa, Universidade Federal de Mato Grosso.

Doutor em Ciências da Engenharia Ambiental. Docente do Programa de Pós-Graduação em Gestão e Tecnologia Ambiental da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Rondonópolis

Downloads

Publicado

2019-10-03

Edição

Seção

Artigos