PERCEPÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO SOBRE OS RESÍDUOS SÓLIDOS NO MUNICÍPIO DE BOM RETIRO - SC.

Autores

  • Daniely Neckel Rosini Universidade do Estado de Santa Catarina.
  • Valter Antonio Becegato Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Éverton Luiz Patrício Centro Universitário Unifacvest
  • Vitor Rodolfo Becegato Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Jairo Afonso Henkes Universidade do Sul de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v8e32019482-498

Palavras-chave:

Resíduos Sólidos, Educação Ambiental, Ensino Médio, Coleta Seletiva.

Resumo

O mundo está repleto de problemas ambientais. Os resíduos sólidos nas cidades, sem dúvida, são um dos maiores problemas relacionados. A escola, por ser difusora de conhecimentos e formadora de opiniões, deve apresentar meios práticos para enfrentar os problemas relacionados aos resíduos, proporcionando a formação humana integral. O presente trabalho tem como objetivo fazer um levantamento do conhecimento sobre os resíduos sólidos de todos os alunos do Ensino Médio do município de Bom Retiro - SC para entender como a educação ambiental pode se tornar eficaz. Este artigo foi desenvolvido através de pesquisa bibliográfica, questionários e entrevista e diagnosticou o conhecimento de todos os estudantes em relação aos resíduos sólidos, apresentando ações práticas desenvolvidas. Através dos resultados obtidos, pode-se perceber que é preciso campanhas de conscientização, que foram iniciadas com sucesso no âmbito escolar. Além disso, o trabalho resultou na coleta de mais de 10 toneladas de resíduos eletrônicos e reaproveitamento de todo o resíduo orgânico gerado na merenda escolar. O estudo demonstra a eficiência de ações na escola que envolvam o trabalho em equipe, onde os estudantes são ativos no processo de ensino-aprendizagem, sendo capazes de transformar a comunidade escolar.

Biografia do Autor

Daniely Neckel Rosini, Universidade do Estado de Santa Catarina.

Mestranda em Ciências Ambientais (CAV - UDESC). Coordenadora estadual da Olimpíada Brasileira de Biologia do Butantan. Possui graduação em Ciências Biológicas (2015) e pós-graduação em Gestão e Educação Ambiental. Atualmente é professora de ciências da Prefeitura Municipal de Lages. Atua principalmente nos seguintes temas: coleta seletiva, meio ambiente, microbiologia, educação, recursos hídricos e resíduos sólidos.

Valter Antonio Becegato, Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutor em Geologia Ambiental pela Universidade Federal do Paraná (2005). Atualmente é professor Associado da Universidade do Estado de Santa Catarina. Chefe de Gabinete da Reitoria da UDESC em 2012. Chefe do Departamento do curso de Engenharia ambiental entre 2009 a 2011 e 2013 a 2015. Tem experiência na área Ambiental, com ênfase em Geologia Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: Estudo de impacto ambiental (EIA/Rima), RAS; RAP; PRAD; Licenciamento ambiental; geofísica aplicada ao meio ambiente (Tomografia elétrica 2D; Radar de penetração-GPR e Gamaespectrometria). Membro do corpo editorial das Revistas: Ciências Agroveterinárias e Geoambiente on-line.Trabalhou na Itaipu Binacional de 1979 a 1983 no Departamento Jurídico - Setor de desapropriação na elaboração; conferência; desmembramento e unificação de laudos de avaliação de 8.500 propriedades rurais e urbanas do lado brasileiro para formação do reservatório da usina.Vice coordenador da Pós-graduação em Ciências Ambientais da UDESC entre 2014 a 2017.

 

Éverton Luiz Patrício, Centro Universitário Unifacvest

Professor de Ciências e Biologia. Licenciado em Ciências Biológicas e Mestre em Ciências do Solo.

Vitor Rodolfo Becegato, Universidade do Estado de Santa Catarina

Mestre em Ciências Ambientais e graduado em Engenharia Ambiental pela Universidade do Estado de Santa Catarina (CAV - UDESC). Graduado em Engenharia Ambiental e Sanitária pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL).

Jairo Afonso Henkes, Universidade do Sul de Santa Catarina

Engenheiro Agrônomo, graduado pela Universidade para o Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina - UDESC (1986). Especialista em Administração Rural pela Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC (1996) e Mestre em Agroecossistemas pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC(2006). Atualmente é Coordenador do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental, (2008-Atual) Coordenador do Curso Superior de Tecnologia em Gestão do Agronegócio (Mar/2017-Atual) ambos na Unisul, Professor da Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL,(2007-Atual) na Graduação nos Cursos de Tecnologia em Gestão Ambiental, Engenharia Ambiental, Agronegócios, Ciências Aeronáuticas, Turismo e Administração e nos Programas de Pós Graduação em Gestão Ambiental, Auditoria e Gestão Ambiental, Gestão e Direito Aeronáutico, Desenvolvimento de Negócios Internacionais, Gestão de Pessoas e em Segurança Pública e Editor da Revista Eletrônica Gestão & Sustentabilidade Ambiental. Atua também como Professor na Faculdade de Tecnologia AeroTD no C.S.T. em Transporte Aéreo. Atua como Engenheiro Agrônomo e Consultor Ambiental. Atua como Consultor Técnico no Deinfra/SC. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Comercialização Agrícola, em Projetos e Planejamento Agropecuário, e na Área de Gestão Ambiental em Projetos de Supervisão e Gerenciamento Ambiental, Desenvolvimento Regional Sustentável, Gestão e Tratamento de Resíduos, Auditoria e Consultoria Ambiental na área de Avaliação de Impactos Ambientais, Licenciamento Ambiental e para obras de infraestrutura. Faz parte dos seguintes Grupos de Pequisa: GPQAS - Grupo de Pesquisas sobre Questões Ambientais e Sustentabilidade; GREENS - Grupo de Pesquisa de Energias Alternativas, Eficiência Energética e Sustentabilidade; NESC - Núcleo de Estudos sobre Segurança e Cidadania, da Unisul.

Downloads

Publicado

2019-10-03

Edição

Seção

Artigos