A SUSTENTABILIDADE NA PRODUÇÃO DE BIOCOMBUSTÍVEIS DE AVIAÇÃO NO BRASIL

Autores

  • Rafael Borne Garbin Unisul
  • Jairo Afonso Henkes Unisul

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v7e2201867-104

Palavras-chave:

Biocombustível. Aviação. Sustentável. Matéria-prima. Processo de Refino.

Resumo

Este trabalho de pesquisa teve como objetivo geral analisar as diferentes matérias-primas e processos de refino para identificar alternativas sustentáveis para o desenvolvimento e produção de biocombustíveis para aviação no Brasil. Trata-se de uma pesquisa exploratória, com procedimentos bibliográficos e documentais, utilizando-se livros, artigos de jornais e revistas, publicações eletrônicas, leis e regulamentos. Foi feita uma abordagem qualitativa e quantitativa.  A análise dos dados se deu por meio de resumos e fichamentos, avaliados de acordo com a sua relevância para o objetivo da pesquisa e atualidade do tema. Após análise dos dados da pesquisa, verificou-se que o Brasil possui as condições para ser um dos países líderes mundiais no desenvolvimento e produção de biocombustíveis sustentáveis para aviação. Como a indústria da aviação não se utilizará de apenas uma fonte energética, mas de várias e diferentes matérias-primas, diversos processos de refino poderão ser utilizados, dando-se preferência às culturas não alimentares, assim como aquelas produzidas de maneira sustentável. Recomenda-se a  produção de matérias-primas que melhor se adaptem ao clima e solo de cada região, ou seja, diferentes matérias-primas deverão ser cultivadas em diferentes regiões climáticas do Brasil. As dificuldades que foram identificadas na logística do biocombustível de aviação, não são consideradas intransponíveis e poderão ser superadas com maiores investimentos em pesquisa e desenvolvimento.       

Biografia do Autor

Rafael Borne Garbin, Unisul

Acadêmico do Curso de Ciências Aeronáuticas – UnisulVirtual. E-mail: rafael.garbin@unisul.br

Jairo Afonso Henkes, Unisul

Engenheiro Agrônomo, UDESC (1986). Especialista em Administração Rural pela UNOESC (1996) e Mestre em Agroecossistemas/UFSC(2006). Professor e Coordenador do CST em Gestão Ambiental, e do CST em Gestão do Agronegócio na Unisul. E-mail: jairo.henkes@unisul.br

Downloads

Publicado

2018-04-27

Edição

Seção

Artigos