DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO TÉCNICO, INTEGRADO E SUPERIOR

Autores

  • Roseane Almeida Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Pará
  • Fabiana Bassani
  • Barbara Lorrayne da Silva Motta IFPA
  • Joandson Fernandes Campos IFPA

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v6e32017223-243

Palavras-chave:

diagnóstico ambiental, aspectos ambientais, instituição de ensino.

Resumo

As instituições de ensino, assim como todas organizações, apresentam aspectos ambientais que se não geridos corretamente, acarretam impactos ambientais significativos. Nos dias atuais, as instituições de ensino tem se revelado grandes precursoras no processo de desenvolvimento tecnológico, na preparação de estu­dantes e fornecimento de informações e conhecimento básico para a construção do desenvolvimento sustentável e de uma sociedade justa, porém, ao seguir esta premissa, torna-se indispensável que essas organizações comecem a incorporar os princípios e práticas da sustentabilidade em suas atividades. O presente trabalho aborda a diagnose ambiental de uma instituição pública de ensino técnico, integrado e superior através da identificação dos aspectos ambientais, visando obter dados para embasar ações futuras voltadas a responsabilidade socioambiental na instituição. A instituição estudada está localizada na região sudeste do Estado do Pará. Para execução do trabalho, utilizou-se o método de pesquisa descritiva; levaram-se em conta os aspectos ambientais diretos associados às atividades e serviços da instituição. A Instituição apresenta aspectos ambientais comuns do encontrados em outras instituições de ensino, como: consumo de papel, água, energia elétrica e geração de resíduos sólidos e consumo e queima de combustível. Os aspectos encontrados são passíveis de controle a partir de medidas de pouca complexidade.

Biografia do Autor

Roseane Almeida, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Pará

Tecnóloga em Gestão Ambiental; Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Pará (2014). 

Fabiana Bassani

Tecnóloga Ambiental pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná, mestrado em Engenharia Urbana - Planejamento e Gestão de Sistemas Urbanos, com ênfase ao tratamento de lixiviado de aterro, pela Universidade Estadual de Maringá (2010) e Licenciatura em Geografia pelo Claretiano Centro Universitário, campus Palmas (2013).

Barbara Lorrayne da Silva Motta, IFPA

Tecnóloga em Gestão Ambiental pelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Pará – IFPA, campus Conceição do Araguaia (2016); mestranda em Engenharia Urbana/Universidade Estadual de Maringá.

Joandson Fernandes Campos, IFPA

Tecnólogo em Gestão Ambiental pelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Pará – IFPA, campus Conceição do Araguaia (2016); Técnico em Segurança do Trabalho (2016).

Downloads

Publicado

2017-11-09

Edição

Seção

Artigos