ANÁLISE DO POTENCIAL DE IMPLANTAÇÃO DA ATIVIDADE DE OBSERVAÇÃO DE AVES NO PARQUE NATURAL MUNICIPAL DO ATALAIA EM ITAJAÍ – SC.

Autores

  • Gabriela Stahelin UNIVALI
  • Mariana Lopes Gonçalves PUC/RS.
  • Graziela Ramos Venson Faculdade Avantis

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v6e3201768-87

Palavras-chave:

Birdwatching, Unidade de Conservação, Parque Natural Municipal do Atalaia.

Resumo

A observação de aves ou birdwatching é uma atividade pouco executada no Brasil e envolve registros visuais ou auditivos de aves. Em Unidades de Conservação pode servir como ferramenta para educação e conscientização ambiental além de atrair turistas. Esse estudo tem por objetivo avaliar o potencial de implantação de birdwatching no Parque Natural Municipal do Atalaia (PNMA) em Itajaí – SC. O levantamento das espécies de aves ocorrentes no Parque foi adquirido a partir de trabalhos acadêmicos, guia de aves do Parque do Atalaia, site WikiAves e através dos registros de um praticante local de birdwatching. Foram aplicados questionários semi estruturados aos visitantes e questionários não estruturados aos funcionários para avaliar a estrutura e possibilidade de implantação da atividade. Foram registradas 145 espécies de aves pertencentes a 43 famílias no PNMA, sendo Thraupidae a família mais representativa, com 24 exemplares. Dos 50 visitantes entrevistados, 85% possuem interesse na atividade de observação de aves. A estrutura do Parque apresenta-se adequada para a prática, com possibilidade de passeios com guias especializados, presença de mirantes e boa sinalização. Existe interesse tanto do público quanto dos funcionários na implantação da atividade de birdwatching no local, entretanto, é necessário adequar-se aos horários da prática e realizar melhorias no acesso ao Parque. Contudo, os gastos com infraestrutura serão ínfimos frente às possibilidades de retorno econômico e trabalho advindos do aumento de circulação de turistas birders na região.

Biografia do Autor

Gabriela Stahelin, UNIVALI

Mestre em Ciências e Tecnologia Ambiental, Bel em Ciências Biológicas na Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI. 

Mariana Lopes Gonçalves, PUC/RS.

Mestre em Ciência e Tecnologia Ambiental pela UNIVALI.  Graduação em Biologia na PUC/RS.  

Graziela Ramos Venson, Faculdade Avantis

Doutora em Ciência e Tecnologia Ambiental pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), Graduação em Biologia na PUC/PR. - Professora na Faculdade Avantis.

Downloads

Publicado

2017-11-09

Edição

Seção

Artigos