AVALIAÇÃO DA SUSTENTABILIDADE DO CICLO DE VIDA: UMA REVISÃO

Autores

  • Júlia Wahrlich CAV-UDESC
  • Rodrigo Augusto Freitas de Alvarenga Ghent University
  • Jairo Afonso Henkes Unisul
  • Ivete de Fátima Rossato Unisul
  • Flávio José Simioni UDESC-CAV

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v9e22020183-201

Palavras-chave:

ACV, Dimensão Econômica, Dimensão Social, Sustentável

Resumo

A sociedade atual está assimilando cada vez mais a questão de utilizar recursos mais sustentáveis para o planeta. Estudos recentes têm surgido sobre uma nova metodologia existente, derivada da Avaliação do Ciclo de Vida (ACV), que abrange os três pilares da sustentabilidade, sendo conhecida como Avaliação da Sustentabilidade do Ciclo de Vida. Porém, é necessário um entendimento de cada dimensão para saber como realizar esta nova técnica da melhor maneira possível. Esta revisão da literatura teve como objetivo contextualizar esta nova tendência da ACV, contemplando as considerações de diversos autores acerca do tema, levantando informações das questões ambientais, econômicas e sociais que servem de subsídio para uma análise mais sustentável. O primeiro passo nesta pesquisa foi explorar os assuntos a serem abordados, com a análise conceitual dos artigos encontrados, e o segundo passo foi analisar criticamente as diversas opiniões do assunto. Com este estudo, foi possível perceber que ainda existem muitas lacunas nesta nova ferramenta e novas metodologias precisam ser englobadas, sendo que o desafio para os próximos anos é saber como interligar a ACV com o meio econômico e social de maneira ainda mais efetiva, ficando claro para todas as organizações como a avaliação da sustentabilidade do ciclo de vida deve ser utilizada da melhor forma possível, a fim de garantir um futuro mais sustentável.

Biografia do Autor

Júlia Wahrlich, CAV-UDESC

¹ Engenheira Ambiental e mestrado em Ciências Ambientais, ambos pela Universidade Estadual de Santa Catarina (2018). Atua desde 2019 como professora no Centro Universitário Estácio de Sá, no curso de Engenharia Ambiental e Sanitária. E-mail: julia.wahrlich@gmail.com

Rodrigo Augusto Freitas de Alvarenga, Ghent University

² Engenheiro Sanitária Ambiental pela Universidade Federal de Santa Catarina (2006), mestrado em Engenharia Ambiental pela Universidade Federal de Santa Catarina (2010) e doutorado em Applied Biological Sciences: Environmental Technology - Ghent University (2013). Foi professor na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Atualmente é Pesquisador na Ghent University (Bélgica). E-mail: alvarenga.raf@gmail.com

Jairo Afonso Henkes, Unisul

³  Doutorando em Geografia (UMinho, 2019). Mestre em Agroecossistemas (UFSC, 2006). Especialista em Administração Rural (UNOESC, 1997).  Engenheiro Agrônomo (UDESC, 1986).  Professor dos Cursos de Ciências Aeronáuticas, Administração, Engenharia Ambiental, do CST em Gestão Ambiental e do Programa de Pós Graduação em Gestão Ambiental da Unisul.  E-mail: jairohenkes333@gmail.com

Ivete de Fátima Rossato, Unisul

4 Doutora em Engenharia de Produção (UFSC, 2002), Mestre em Engenharia de Produção (UFSC,1996). Licenciada em Química/UFSM (1987), Engenheira Química (UFSM,1993). E-mail: ivete.rossato@unisul.br

Flávio José Simioni, UDESC-CAV

Engenheiro Agrônomo pela Universidade do Estado de Santa Catarina (1993), Mestre em Economia pela Universidade Federal de Santa Catarina (2000) e Doutor em Engenharia Florestal na área de Concentração em Economia e Política Florestal pela Universidade Federal do Paraná (2007). Iniciou sua carreira profissional atuando na extensão rural em 1993 e exerceu a função de Secretário Municipal de Agricultura do município de Nova Erechim até 1997. Foi professor da Universidade do Planalto Catarinense (UNIPLAC) de 2000 a 2008, onde foi coordenador de cursos de graduação e pós-graduação lato sensu e supervisor de estágios, onde participou da elaboração de projetos de novos cursos graduação. Atualmente atua na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), lotado no Departamento de Engenharia Ambiental e Sanitária do Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV). É professor do Curso de graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária e do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais, com atividades de ensino nas áreas de Economia, Planejamento e Gestão Ambiental. É coordenador do Curso de Mestrado em Ciências Ambientais. Na pesquisa, desenvolve projetos com temas relacionados a área de Ciências Ambientais, com foco na análise de cadeias produtivas, energia de biomassa, viabilidade econômica e impactos sociais, econômicos e ambientais de projetos.

E-mail: flavio.simioni@udesc.br

Downloads

Publicado

2020-07-17

Edição

Seção

Artigos