EFETIVIDADE DE GESTÃO DO PARQUE ESTADUAL DO CANTÃO, TOCANTINS, BRASIL

Autores

  • Cristiane Peres da Silva Universidade Federal do tocantins
  • Dallyla Taís Assunção Milhomen Ferreira
  • Marcelo da Gama Grison
  • André Ferreira dos Santos Universidade Federal do Tocantins

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v8e42019217-230

Palavras-chave:

Tracking Tool, Efetividade, Unidade de Conservação.

Resumo

A presente pesquisa objetivou analisar a efetividade de gestão do Parque Estadual do Cantão, localizado no município de Pium, Estado do Tocantins. A metodologia empregada neste estudo consiste na análise dos dados de efetividade do ano de 2009 e do período de 2011 a 2016, provenientes da aplicação da ferramenta tracking tool no Parque Estadual do Cantão, a qual avaliou aspectos essenciais ao processo de gestão das unidades de conservação tais como contexto, planejamento, insumos, processos, produtos, entre outros. Os resultados apontam avanços na efetividade de gestão do Parque Estadual do Cantão, a partir de 2013. Como conclusão, o tracking tool mostrou-se uma ferramenta viável no desenvolvimento do diagnóstico de efetividade do Parque Estadual do Cantão, indicando os entraves e os progressos da unidade ao longo dos anos avaliados.

Biografia do Autor

  • Cristiane Peres da Silva, Universidade Federal do tocantins
    Mestranda em ciências florestais e ambientais
  • Dallyla Taís Assunção Milhomen Ferreira
    Mestre em Ciências Ambientais
  • Marcelo da Gama Grison
    Mestre em Ciências Ambientais

Downloads

Publicado

2020-01-06

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

EFETIVIDADE DE GESTÃO DO PARQUE ESTADUAL DO CANTÃO, TOCANTINS, BRASIL. (2020). Revista Gestão & Sustentabilidade Ambiental, 8(4), 217-230. https://doi.org/10.19177/rgsa.v8e42019217-230

Artigos Semelhantes

1-10 de 1252

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.