GESTÃO AMBIENTAL NA INDÚSTRIA DO PETRÓLEO: SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL NAS SONDAS DE PERFURAÇÃO

Autores

  • Erik Castilho Bussmeyer
  • Jairo Afonso Henkes

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v3e22014396-462

Palavras-chave:

Avaliação, Monitoramento, Programas Ambientais, Objetivos, Sustentabilidade Ambiental, Resultados

Resumo

As sondas de perfuração de petróleo, tem passado por muitas mudanças em seus processos tecnológicos, porém a gestão ambiental tem sofrido muito com a falta de profissionais para gerenciar as etapas do processo de perfuração. Os choques organizacionais entre as empresas envolvidas nas operações, a própria legislação brasileira que permite que um profissional de outra área realize a função do gestor ambiental e a resistência de muitas empresas em melhorar o desenvolvimento no setor para não ter gastos extras com todo o processo de contratação e treinamento de pessoal. No entanto, esquecem que na ocorrência de um impacto ambiental, os gastos com recuperação da área afetada, multas, paralização da operação, elevam os custos das empresas envolvidas no impacto ambiental de forma que se torna viável a adequação da empresa no processo que este estudo apresenta. O estudo apresenta uma solução para reduzir com os problemas demonstrados, reduzindo também a grande margem para que um impacto ambiental aconteça trazendo resultados positivos para todos envolvidos na operação.

Biografia do Autor

Erik Castilho Bussmeyer

Acadêmico do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental – Unisul Virtual.

Jairo Afonso Henkes

Professor do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental e do Programa de Pós-Graduação em Gestão Ambiental da Unisul. Mestre em Agroecossistemas. Especialista em Administração Rural.

Downloads

Publicado

2014-11-11

Edição

Seção

Estudos de Caso